Busca avançada
Ano de início
Entree

Micelas a base do derivado de quitosana N-(hidroxi)-propil-3-trimetilamônio, O-palmitoil carregadas com clotrimazol: preparação, caracterização e avaliação in vitro contra espécies de candidíase

Processo: 19/11135-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Luiz Alberto Colnago
Beneficiário:William Marcondes Facchinatto
Supervisor no Exterior: Bruno Filipe Carmelino Cardoso Sarmento
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade do Porto (UP), Portugal  
Vinculado à bolsa:16/20970-2 - Estudo de quitosanas e derivados hidrofílicos por RMN no domínio do tempo, BP.DR
Assunto(s):Nanobiotecnologia   Candida

Resumo

A candidíase vulvovaginal é uma infecção mucocutânea fúngica responsável por 20 a 30% das infecções vaginais, ocorrendo principalmente em mulheres em idade reprodutiva. Diversas abordagens foram exploradas para alcançar maior estabilidade de formulações e dispositivos para aplicação por vi vaginal, em vez de administrações parenterais e orais. Recentemente, nanocarreadores baseadas em polímeros têm recebido atenção crescente devido às interações adesivas da interface nanopartículas / mucina e melhora na biodisponibilidade de fármacos. Essa mucoaderência e a capacidade de atravessar a barreira do muco cervicovaginal sob níveis adequados também foram associadas à atração eletrostática da superfície da mucina carregada negativamente. Neste sentido, o polissacarídeo catiônico biocompatível quitosana, tem sido amplamente utilizado como superfície de nanopartículas carregadas positivamente, sendo tal propriedade e a capacidade de incorporar fármacos lipofílicos melhorada por meio de estruturas automontadas dos derivados de quitosana. Assim, este estudo tem como objetivo explorar as vantagens e potencialidades químicas e biológicas do amômio O-palmitoilquitosana, DPCat, que apresentou maior mucoaderidade e não-citotoxicidade para diferentes linhagens celulares, com o objetivo de melhorar a atividade antifúngica do clotrimazol contra Candida spp. Será realizada a atividade anti-Candida e a toxicidade das micelas carregadas com clotrimazol em células do trato genital e serão utilizados modelos de monocamada de células para induzir permeabilidade e acúmulo celular de clotrimazol.