Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise multicomponente da qualidade de grumixamas e uvaias, aplicando espectroscopia e análises multivariadas

Processo: 19/06177-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 23 de julho de 2019
Vigência (Término): 22 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Angelo Pedro Jacomino
Beneficiário:Poliana Cristina Spricigo
Supervisor no Exterior: Luis E. Rodriguez-Saona
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : Ohio State University, Columbus, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/00927-0 - Qualidade de frutos provenientes de plantas selecionadas de cambuci, uvaia, grumixama e cereja do Rio-Grande., BP.PD
Assunto(s):Pós-colheita   Espectroscopia Raman

Resumo

A Mata Atlântica, apesar de ser um dos biomas brasileiros mais degradados pela ação do homem, resguarda uma riqueza ímpar em plantas frutíferas. Dentre as famílias botânicas destaca-se membros da família Myrtaceae, com frutos atrativos quanto ao sabor e aparência. O projeto temático 12606-3/2014 trabalha com a seleção e caracterização dessas frutas nativas, das espécies Campomanesia phaea (cambuci), Eugenia pyriformis (uvaia), Eugenia brasiliensis (grumixama) e Eugenia involucrata (cereja do Rio-Grande). Um dos grandes desafios acerca deste projeto é a extensa caracterização físico-química demandada, necessária para a formação de banco de dados sobre a qualidade das frutas - base norteadora para expansão do plantio dessas culturas e para programas de melhoramento. Este projeto propõe a utilização de técnicas espectroscópicas vibracionais para a determinação multicomponente de características de qualidade de uvaias e grumixamas, objetivando métodos capazes de determinar teores de pigmentos, compostos fenólicos e açúcares. Para isso, foi firmada uma parceria com o Dr. Luis Rodriguez-Saona e Dra. Mônica Giusti, pesquisadores referência da "The Ohio State University" - Estados Unidos. Com esta parceria pretende-se desenvolver pesquisas inéditas sobre o tema, colaborando para o avanço do conhecimento na área de frutas nativas da Mata Atlântica, com a geração de informações de relevância científica e técnica.