Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do microRNA-9 na inibição da proteína Nox4 ativadora da transição epitélio-mesenquimal em células de melanoma

Processo: 19/03452-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Lucia Rossetti Lopes
Beneficiário:Beatriz Rodrigues Barra
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07937-8 - Redoxoma, AP.CEPID
Assunto(s):Neoplasias cutâneas   Melanoma   MicroRNAs   Epitélio   NADPH oxidase   Inibidores enzimáticos   Regulação da expressão gênica

Resumo

O melanoma é o tipo mais incomum de câncer de pele, porém é o mais perigoso se não detectado precocemente. Esse tumor origina-se dos melanócitos, células produtoras do pigmento da pele e pode se desenvolver em diversas regiões do corpo. O prognóstico desse tipo de câncer é considerado bom em fases inicias, o que tem reduzido a taxa de letalidade e aumentado a sobrevida dos pacientes. A Nox4 é um componente do complexo enzimático NADPH oxidase, que é uma enzima associada à membrana responsável pela geração de espécies reativas de oxigênio (EROs). O peróxido de hidrogênio produzido pela Nox4 é a principal fonte de EROs em células de melanoma. Em doenças como o câncer, EROs auxiliam na injúria tecidual direta e na oxidação do DNA e de lipídeos, e também o aumento na geração de EROs em uma condição pré-maligna contribui para a progressão do câncer. MicroRNA's são pequenos RNA's não codificantes endógenos e sua função é regular diversos processos como proliferação, diferenciação e morte celular, dada pelo seu anelamento à região 3' UTR de um RNA mensageiro (mRNA), obtendo a inibição de sua tradução ou a própria clivagem do mRNA. O presente estudo visa avaliar os efeitos provocados pelo MicroRNA-9 na regulação da expressão de Nox4 e seus efeitos na transição epitélio-mesenquimal e migração de células de melanoma.