Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigando os efeitos do condicionamento subliminar sobre a motivação apetitiva

Processo: 19/01406-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Júlio César Coelho de Rose
Beneficiário:Denise Aparecida Passarelli
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50909-8 - INCT 2014: Comportamento, Cognição e Ensino (INCT-ECCE): aprendizagem relacional e funcionamento simbólico, AP.TEM

Resumo

O emparelhamento de um estímulo condicionado (CS) com um estímulo que possui valência positiva ou negativa (US), pode tornar a valência do primeiro equivalente à do último. Contudo, nem sempre a relação CS-US apresentada de forma supraliminar é eficaz, pois algumas regras pré-estabelecidas sobre o CS podem contradizer a relação proposta e anular a valência de US, impedindo que o condicionamento ocorra. Uma forma de contornar estas regras é apresentando CS de forma subliminar, ou seja, com uma duração de apresentação tão breve que o participante não é capaz de relatar verbalmente o estímulo. O presente estudo pretende investigar a eficácia do condicionamento subliminar em transferir propriedades emocionais para estímulos condicionados e averiguar quais são os efeitos sobre respostas referentes ao comportamento alimentar (volume de saliva e motivação apetitiva). Quarenta estudantes universitários, divididos em 2 grupos, serão expostos a um programa computadorizado, onde será apresentado um conjunto de palavras relacionadas ao comportamento de comer (CS). Os CSs terão a duração de 17 ms e serão emparelhados com termos emocionais de valência neutra (bloco A) ou de valência positiva (bloco B). A ordem de apresentação de US será contrabalanceada: para o grupo 1 será apresentado o treino na ordem AB e para o grupo 2, a ordem será BA. Antes da tarefa de condicionamento, e ao final de cada bloco, será registrado o volume de saliva e a motivação do participante para a realização de algumas atividades (ex., comer, dormir, correr, ler). Neste experimento, tem-se a hipótese de que o volume de saliva e a motivação apetitiva dos participantes será maior na condição em que o CS for emparelhado com termos de valência emocional positiva do que na condição de emparelhamento com termos neutros.