Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de guia de perfuração cirúrgico específico do paciente para inserção de parafuso pedicular na coluna cervical caudal de cães utilizando prototipagem rápida tridimensional

Processo: 18/24859-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Bruno Watanabe Minto
Beneficiário:Laís Fernanda Sargi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Neurocirurgia

Resumo

A estabilização cirúrgica da coluna vertebral canina é indicada como tratamento de diversas afecções neurológicas. A técnica é desafiadora e as complicações são iminentes. Até o momento, pouco instrumental específico para a aplicação dos implantes foi desenvolvido, diferentemente da neurocirurgia humana, onde os sistemas de guias e navegação são marcantes. O objetivo do presente estudo é avaliar a precisão da alocação de parafusos pediculares cervicais caudais em cães por meio de um guia de perfuração cirúrgico confeccionado a partir de um modelo virtual vertebral impresso em 3D específico do paciente. Para isso, sete cadáveres caninos serão submetidos à tomografia computadorizada (TC) e as imagens obtidas em formato DICOM das vertebras cervicais C5, C6 e C7 serão exportadas para um software de reconstrução tridimensional (3D) que permitirá a criação de um guia cirúrgico de perfuração virtual baseado nos ângulos ideais dos corpos vertebrais. Após a criação virtual, o modelo será exportado para a impressão 3D com material biocompatível e autoclavável. E, por fim, aplicado nos cadáveres. As imagens de TC obtidas no pós-operatório serão encaminhadas para um programa para a avaliação e comparação dos pontos de entrada, do ângulo transversal e do ângulo sagital das perfurações entre os parafusos ideais e reais. Os resultados deste estudo podem corroborar para a disseminação da utilização de guias cirúrgicos específico do paciente na neurocirurgia veterinária. Além disso, permitir uma técnica rápida, mais precisa e eficaz; alternativa à técnica convencional à mão livre ou aquelas realizadas com auxílio da fluoroscopia.