Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de distribuição mitocondrial e progressão meiótica na maturação in vitro de oócitos bovinos obtidos de ovários com baixa e alta contagem de folículos antrais

Processo: 19/02017-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Sheila Merlo Garcia Firetti
Beneficiário:Wellington Ribeiro Martins
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Bos taurus   Bos taurus indicus   Embrião   Oócitos   Técnicas in vitro

Resumo

O desenvolvimento de alternativas para otimizar a produtividade do rebanho tem sido um dos desafios atuais dos pesquisadores. Muitos estudos demonstram uma relação positiva entre a contagem de folículos antrais (CFA) e os parâmetros de fertilidade do rebanho bovino e apontam essa característica como uma importante e confiável ferramenta que poderia tornar mais eficiente a seleção de doadoras com alto potencial de produção de embriões in vitro (PIVE). A maturação in vitro (MIV) é uma das fases mais importantes da PIVE, e vários fatores podem afetar os índices de maturação. Assim, o objetivo do presente projeto será avaliar a influência da contagem de folículos antrais ovarianos sobre a qualidade oocitária e aquisição da competência para maturação in vitro. Para isso, serão realizadas cinco repetições, utilizando-se ovários de fêmeas provenientes de abatedouro. Em cada repetição, os ovários serão separados em dois grupos experimentais: grupo 1- alta CFA e grupo 2- baixa CFA. Os folículos serão aspirados e, os oócitos recuperados e classificados de acordo com suas características morfológicas. Apenas oócitos grau I e II serão selecionados e avaliados (separadamente) antes e após a maturação in vitro (MIV). Será avaliado o grupo que apresentou melhor maturação, de acordo com três parâmetros indicadores de competência oocitária: progressão meiótica, mediante coloração com Hoechst; potencial de membrana e distribuição mitocondrial, mediante coloração com JC-1. Os dados serão submetidos ao teste de normalidade Shapiro-Wilk e analisados por meio do teste de ANOVA ou Qui-quadrado (X²) ao nível de significância de 5% de acordo com os resultados de normalidade. Todas as análises serão realizadas utilizando o programa computacional Statistical Analysis System for Windows (SAS Inst., Inc., Cary, NC). Com essa pesquisa, espera-se obter importantes resultados que venham agregar o conhecimento da presente área de estudo e otimização da técnica de PIVE.