Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil transcriptômico comparativo para maciez da carne em bovinos multirraciais criados em ambientes tropicais

Processo: 19/06398-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Júlio Cesar de Carvalho Balieiro
Beneficiário:Júlio Cesar de Carvalho Balieiro
Anfitrião: Raluca Mateescu
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Florida, Gainesville (UF), Estados Unidos  
Assunto(s):Bovinos de corte   Qualidade da carne   RNA mensageiro   Maciez

Resumo

O estresse térmico pode comprometer fisiologicamente várias características importantes em animais criados em áreas tropicais. Uma abordagem para mitigar o efeito do estresse térmico é avaliar a introgressão de raças termotolerantes em raças mais susceptíveis por meio do cruzamento, resultando em animais com maior adaptabilidade a climas quentes. Pesquisadores do Departamento de Zootecnia da Universidade da Flórida vem avaliando várias características fenotípicas de interesse em bovinos de corte multirraciais das raças Brahman e Angus, obtidos por cruzamentos dialélicos. Neste contexto, este projeto visa avaliar as diferenças de perfil transcriptômico no músculo Longissimus dorsi (LD) de bovinos Nelore, Nelore- Angus (1/2), Brahman, Brahman-Angus (1/2) e Angus simultaneamente, associados à maciez da carne. O perfil transcriptômico foi realizado utilizando a técnica de sequenciamento de RNA em larga escala em Laboratórios no Brasil e no EUA. Para cada um dos cinco grupos propostos de composições genotípicas, oito animais com maiores valores de força de cisalhamento (HSF) e oito com menores valores de força de cisalhamento (LSF) serão analisados. Esta estratégia permitirá duas comparações: comparações "entre" e "dentro" das diferentes combinações genotípicas, possibilitando identificar potenciais genes causais, vias metabólicas, processos biológicos e fatores reguladores da transcrição associados à maciez da carne, a fim de compreender as diferenças moleculares entre bovinos Bos taurus indicus, Bos taurus taurus e cruzados, visando aumentar a compreensão das diferenças moleculares para maciez da carne. Esta estratégica permitirá aumentar nosso conhecimento sobre os fatores que regulam a expressão gênica e influenciam a maciez da carne, com impacto direto para os programas de melhoramento genético.