Busca avançada
Ano de início
Entree

Quebra do tempo sedentário na artrite reumatoide: efeitos na função vascular

Processo: 19/07150-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 16 de setembro de 2019
Vigência (Término): 15 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Hamilton Augusto Roschel da Silva
Beneficiário:Tiago Peçanha de Oliveira
Supervisor no Exterior: David Andrew Low
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Liverpool John Moores University (LJMU), Inglaterra  
Vinculado à bolsa:16/23319-0 - Disfunção autonômica cardiovascular em pacientes com artrite reumatoide: caracterização, associações com a doença e efeitos da interrupção do tempo sedentário, BP.PD
Assunto(s):Atividade física   Doenças reumáticas   Reumatologia

Resumo

A artrite reumatoide (AR) é uma doença crônica inflamatória caracterizada por aumento do risco cardiovascular. Isto se dá em parte pelos efeitos negativos da inflamação sustentada na função vascular. Recentemente, estudos tem demonstrado que períodos prolongados na posição sentada promovem efeitos negativos na função vascular em pacientes com AR. Desta forma, é importante verificar os efeitos da quebra do tempo prolongado na posição sentada na função vascular destes pacientes. O objetivo desse estudo será avaliar os efeitos da substituição do tempo sentado prolongado por curtos períodos de atividade física de intensidade leve, na função micro-, macro- e cerebrovascular em pacientes com AR. Este será um estudo crossover randomizado. Em duas ocasiões, 12 participantes irão visitar um laboratório pela manhã, para realização de medidas basais de função macro- (vasodilatação mediada pelo fluxo da artéria femoral), micro- (resposta do fluxo sanguíneo cutâneo a uma manobra de hiperemia) e cerebrovascular (fluxo sanguíneo da artéria cerebral medial, reatividade ao CO2, e autorregulação cerebral), e da cognição. Após esses testes, os participantes serão aleatorizados para duas intervenções: 1) 4 horas ininterruptas de tempo sentado; 2) 4 horas de tempo sentado, interrompidas a cada 30 min por 3 min de caminhada leve. Imediatamente após cada intervenção, as participantes irão repetir as medidas basais. Uma análise de modelos mistos será realizada utilizando a intervenção e o tempo como fatores fixos, e os sujeitos como fatores aleatórios. O post-hoc de Tukey será utilizado para a realização das comparações múltiplas. O nível de significância será Pd0.05.