Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da meta-clorofenilpiperazina (mCPP) na indução de comportamentos do tipo compulsivo em ratas: influência do ciclo estral

Processo: 19/02730-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Fisiológica
Pesquisador responsável:Amanda Ribeiro de Oliveira
Beneficiário:Jéssica Fernandes da Silva
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Psicobiologia   Neurociências   Transtorno obsessivo-compulsivo   Ciclo estral animal   Comportamento compulsivo   Modelos animais

Resumo

O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) é caracterizado por obsessões - pensamentos ou impulsos recorrentes e indesejados - e/ou compulsões - comportamentos estereotipados ou ritualizados. Apesar de não haver predominância entre os sexos, os hormônios ovarianos parecem atuar como moduladores no transtorno. A fisiopatologia do TOC ainda não está totalmente clara, no entanto, o papel do sistema serotoninérgico é evidenciado pelas respostas positivas ao tratamento com inibidores seletivos de recaptação de serotonina. Além disso, o agonista serotoninérgico meta-clorofenilpiperazina (mCPP) exacerba os sintomas em pacientes com TOC e, a depender da dose, do teste e da espécie/linhagem utilizadas, induz respostas tipo-compulsivas em roedores. Até o presente momento, entretanto, são raros os estudos sobre os efeitos da mCPP em fêmeas. Nesse sentido, o presente estudo tem por objetivo avaliar os efeitos da mCPP na indução de comportamentos repetitivos/perseverativos em ratas, considerando a influência de diferentes fases do ciclo estral. Para tanto, ratas Wistar em proestro e diestro tardio receberão salina ou mCPP nas doses de 0,1, 0,5, 1,0 e 3,0 mg/kg e terão o comportamento de autolimpeza avaliado. Na sequência, serão expostas ao teste do campo aberto - para avaliação de comportamentos tipo-compulsivos (mastigação sem propósito, postura corporal plana) e possíveis prejuízos na atividade motora - ou aos testes de enterrar esferas e trituração para ninho - para avaliação dos efeitos da mCPP sobre esses outros dois tipos de comportamentos repetitivos. É esperado que a mCPP exacerbe a autolimpeza e outros comportamentos tipo-compulsivos, com efeitos mais robustos para as fêmeas em diestro tardio.