Busca avançada
Ano de início
Entree

Colocalização da expressão de receptor de estrógeno e da POMC no hipotálamo durante o comportamento sexual e de agressão maternal em ratas

Processo: 19/03875-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Simone Cristina Motta
Beneficiário:Leticia dos Santos Noda
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/18667-0 - Manipulando o circuito neural da defesa social, AP.JP
Assunto(s):Neuroanatomia   Comportamento sexual   Agressividade   Pró-opiomelanocortina   Expressão de proteínas   Receptores estrogênicos   Modelos animais

Resumo

O estudo das bases neurais de comportamento é feito há bastante tempo em roedores, o que permitiu esclarecer a importância do hipotálamo nos circuitos neurais envolvidos em comportamentos motivados. Dentre os comportamentos motivados, em fêmeas, o comportamento sexual e a agressão maternal são organizados em uma mesma região hipotalâmica, que compreende a porção ventrolateral do ventromedial e o núcleo tuberal (VMHvl/TU). Além dessa similaridade entre a organização de ambos comportamentos, essas regiões são fortemente influenciadas por hormônios sexuais, como o estrógeno. Estudos anteriores mostraram que a pró-opiomelanocortina (POMC) tem expressão nos neurônios da região VMHvl/TU, porém sua relação com a organização do comportamento sexual e da agressão maternal está pouco esclarecida. Em nosso laboratório vimos que, assim como os receptores de estrógeno, os níveis de POMC também variam de acordo com a situação hormonal, como nas diferentes fases do ciclo estral e lactação. Durante a fase estro, caracterizada por altas concentrações de estrógeno e receptividade sexual na presença de um macho, foi possível observar altas concentrações de mRNA de POMC (através do método de hibridização in situ fluorescente). Já ratas lactantes, com baixas concentrações de mRNA de POMC, respondiam ao intruso macho com agressão. Esse projeto busca esclarecer uma possível colocalização neuronal na expressão de POMC e receptores de estrógeno no núcleo VMHvl/TU durante os comportamentos de sexual e agressão maternal. Para isso, utilizaremos uma dupla imunorreação para receptores de estrógeno e POMC e observar a região do VMHvl/TU de fêmeas em 4 distintos grupos experimentais.