Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da exposição à nicotina sobre o estabelecimento da puberdade e regularidade do ciclo estral de ratas albinas expostas durante as fases intrauterina e de lactação

Processo: 19/09043-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Embriologia
Pesquisador responsável:Camila Cicconi Paccola
Beneficiário:Jaqueline Castelani de Souza
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Reprodução   Tabagismo   Lactação   Puberdade   Ciclo estral animal   Ratas

Resumo

O tabagismo é uma das principais causas de morte evitável no mundo e tem grandes impactos sobre a saúde dos fumantes, inclusive na reprodução. Estudos apontam alterações da fertilidade em proles expostas à nicotina, principal componente do cigarro, durante o desenvolvimento pré e pós-natal, como irregularidade dos ciclos menstruais/estrais e alteração do início da puberdade. Porém, os dados existentes são conflitantes em relação à antecipação ou atraso da puberdade, o que ressalta a importância da realização deste projeto. Portanto, este trabalho tem como objetivo verificar os efeitos da exposição à nicotina durante a fase intrauterina e a lactação sobre o estabelecimento da puberdade e a regularidade do ciclo estral de ratas albinas. Para isso, as ratas prenhes receberão uma bomba osmótica contendo nicotina (2mg/kg/dia) a partir do primeiro dia de prenhez, a fim de expor a prole durante toda gestação e lactação. As proles femininas serão avaliadas quanto à abertura vaginal (estabelecimento da puberdade), perfil hormonal e quanto à regularidade do ciclo estral, por meio de esfregaços vaginais diários, os quais serão utilizados para comparar estas fêmeas às oriundas de ratas do grupo controle (implante sem nicotina).