Busca avançada
Ano de início
Entree

Nível de inflamação e análise microbiológica da cavidade anoftálmica de usuários de prótese ocular unilateral

Processo: 19/07295-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Marcelo Coelho Goiato
Beneficiário:Paulo Augusto Penitente
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese bucomaxilofacial   Resinas acrílicas   Olho artificial   Biofilmes   Inflamação

Resumo

A reabilitação protética ocular possui um importante papel na recuperação psicossocial e fisiológica de pacientes anoftálmicos. Porém, porosidades e microfissuras surgem na sua superfície com o uso, facilitando a retenção de biofilme microbiano. A liberação de substâncias irritantes e a irritação física pela presença da peça em posição promovem irritação local e liberação de mediadores inflamatórios na cavidade anoftálmica, gerando desconforto ao paciente. O objetivo deste estudo é avaliar clinicamente a evolução da inflamação conjuntival através de documentação fotográfica, quantificar a presença dos mediadores inflamatórios na secreção lacrimal por meio do ensaio de imunoabsorção enzimática (ELISA) e realizar a análise microbiológica do biofilme coletado da prótese e da cavidade anoftálmica de usuários de prótese ocular unilateral. Após aprovação no Comitê de Ética em Pesquisa Humana, participantes serão selecionados de acordo com os critérios de inclusão e exclusão previamente estabelecidos. Dados demográficos, clínicos e perfil psicossocial serão coletados e em seguida serão realizadas fotografias iniciais da prótese e da cavidade anoftálmica. . A análise microbiológica avaliará no período inicial e final, o crescimento de leveduras da espécie Candida albicans; e bactérias do gênero Staphylococcus (Staphylococcus epidermidis, S. aureus). O método de análise ELISA será realizado para avaliar a presença dos mediadores inflamatórios na lágrima. Todas as análises serão feitas em dois períodos, antes e após 15 dias do polimento da prótese e, para parâmetro comparativo, o olho sadio também será avaliado. O teste de aderência à curva normal será realizado para os dados quantitativos, sendo aplicada a análise apropriada. Os dados qualitativos serão submetidos à estatística descritiva. Testes de correlação serão aplicados quando houver essa possibilidade.