Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação morfológica do desenvolvimento juvenil de duas espécies de caranguejos Majoidea (Crustacea, Decapoda)

Processo: 19/00214-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Maria Lucia Negreiros Fransozo
Beneficiário:Lucas Lopes Galiotti
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Sistemas de cultivo   Jovens   Caracteres sexuais

Resumo

Os caranguejos aranha, que compõem a superfamília Majoidea, são cerca de 950 espécies, as quais estão distribuídas nos mares do mundo todo. Sua importância vai desde sua função ecológica nos ecossistemas marinhos até comercial como alimento e, também, ornamental na aquariofilia. Há evidencias (particularmente genéticas) na literatura de que as espécies, que ocorrem no litoral brasileiro, possam ser uma única espécie. Contudo, os estágios iniciais do ciclo de vida (larvas e juvenis) das mesmas são escassamente conhecidos. Este estudo visa descrever a morfologia dos estágios juvenis e o crescimento relativo juvenil de duas espécies do gênero Acanthonyx Latreille, 1828 a partir de espécimes obtidos na natureza, na zona entre marés, em bancos de algas pardas, litoral brasileiro. A pesquisa pretendida visa, além da comparação do desenvolvimento juvenil das espécies alvo, uma revisão detalhada sobre o tema para os Brachyura.