Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da suplementação de ácidos graxos poliinsaturados ômega-3 sobre a função cognitiva e metabolômica de cães em crescimento

Processo: 19/01347-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Márcio Antonio Brunetto
Beneficiário:Roberta Bueno Ayres Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Metabólitos   Óleos de peixe   Dente canino   Aprendizagem

Resumo

Os ácidos graxos poliinsaturados (AGPI) da família ômega-3 de maior importância são o ácido linolênico (ALA), ácido eicosapentaenóico (EPA) e ácido docosahexaenóico (DHA). O DHA se apresenta em altas concentrações no cérebro e desempenha papel importante no desenvolvimento e funcionalidade do sistema nervoso. Dietas com fontes ricas em DHA, como por exemplo o óleo de peixe, contribuem para maior deposição deste ácido graxo nas membranas neurais. Sabe-se também que intervenções dietéticas podem alterar o funcionamento celular e a produção de metabólitos. O objetivo da presente proposta é avaliar o efeito da suplementação de óleo de peixe concentrado em DHA sobre a função cognitiva e metabolômica de cães em crescimento. Serão utilizados 12 cães saudáveis com 3 meses de idade, blocados por raça e distribuídos aleatoriamente em dois grupos de 6 animais: Grupo Controle (GC), sem suplementação de óleo de peixe e, Grupo Teste (GT), com suplementação diária de 30mg de DHA/kg de peso corporal. O consumo de alimento, escore corporal, muscular e fecal, função cognitiva, caracterização da metabolômica, concentração sérica de ácidos graxos e capacidade antioxidante total serão avaliados antes (T0), 30 (T30), 60 (T60) e 90 (T90) dias após o início da suplementação. A normalidade dos resíduos e homogeneidade das variâncias serão verificadas pelo teste de Shapiro Wilk e Levene, respectivamente. Será utilizado o teste do Qui quadrado na avaliação da função cognitiva, Análise de Componente Principal (ACP) e, o uso do software Chenomix RNM suíte 7.7 auxiliará na identificação dos metabólitos. Os valores quantitativos serão avaliados por ANOVA com medidas repetidas no tempo, quando obedecerem as premissas estatísticas e em caso de dados não paramétricos, será utilizado o teste de Wilcoxon. O software utilizado será o Statistical Analysis System (SAS, versão 9.4). Valores de p<0,05 serão considerados significativos.