Busca avançada
Ano de início
Entree

Aprimoramento do potencial oncolítico do Vírus Zika visando a terapia de tumores do sistema nervoso central

Processo: 18/16213-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Mayana Zatz
Beneficiário:Carolini Kaid Dávila
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias

Resumo

A síndrome congênita do vírus ZIKA (SCZ), em bebês expostos ao vírus ZIKA (ZIKV) durante a gestação, é caracterizada pela infecção preferencial de células progenitoras neurais (NPC) reduzindo o seu crescimento e causando microcefalia e outras anormalidades no desenvolvimento fetal. Como o ZIKV infecta preferencialmente NPCs, enquanto neurônios não são susceptíveis a infecção, inibindo a proliferação das células alvo, induzindo a diferenciação prematura e morte por apoptose, os efeitos oncolíticos do ZIKV foram avaliados em tumores embrionários do SNC cujas células tumorais apresentam propriedades de células-tronco. Em pesquisa desenvolvida pelo nosso grupo, demonstramos que o ZIKV tem a capacidade de destruir linhagens celulares de tumores embrionários do SNC e tumoresferas, causando altas taxas de morte celular em apenas três dias após a infecção. Em ensaios in vivo, uma única injeção intracerebroventricular do ZIKV brasileiro foi capaz de aumentar significativamente a sobrevida de camundongos Balb/C Nude com tumores embrionários de origem humana. Observou-se diminuição do tamanho do tumor, dos sítios metastáticos e remissão completa do tumor em vários animais. Observou-se também o envolvimento da via Wnt na suscetibilidade da célula tumoral ao ZIKV. Não obstante, as vias de entrada do vírus na célula e o envolvimento da via WNT neste processo permanecem obscuros. Esclarecer o mecanismo molecular responsável pela infecção do ZIKV nas células normais e tumorais é fundamental antes de sua aplicação clínica. Acredita-se que modificações genéticas e epigenéticas sejam responsáveis pela ativação de vias do desenvolvimento neural, como via WNT, modificando assim a suscetibilidade dessas células ao ZIKV. Portanto, alterações específicas nessas vias poderiam aumentar o efeito oncolítico do ZIKV nas células tumorais, hipótese a ser testada no presente projeto. Especificamente para os casos dos tumores do SNC, doenças para as quais não há tratamento efetivo, pesquisas de desenvolvimento de novas terapias são da maior importância.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Nova molécula reduz agressividade de câncer pediátrico 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias: (20 total)
Mais itensMenos itens
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.