Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel da fluorescência e reflexão de raios ultravioletas na atração de presas por aranhas

Processo: 19/06244-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:João Vasconcellos Neto
Beneficiário:Yuri Fanchini Messas
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Araneae   Fluorometria   Espectrofotometria   Florestas tropicais

Resumo

Entender os significados funcionais dos padrões de coloração animal é um dos temas centrais em pesquisas de ecólogos evolucionistas. A ordem Araneae é amplamente utilizada em estudos de coloração animal por ser um grupo megadiverso e ubíquo, com inúmeros padrões de coloração. A hipótese da atração de presas prediz que algumas espécies de aranhas atraem suas presas por refletirem raios ultravioletas (UV) e mimetizarem o espectro de reflectância de flores simpátricas. Entretanto, estudos recentes demonstraram que algumas espécies de aranhas atrativas também fluorescem. Nosso objetivo é investigar o papel da reflexão de UV e da fluorescência separadamente em aranhas orbitelas. Realizaremos o estudo em um trecho de Mata Atlântica localizado na Serra do Japi (Jundiaí, SP). Utilizaremos elementos químicos, bem como técnicas de fotografia, espectrofotometria e fluorimetria para confeccionar modelos com as mesmas características espectrais da aranha Gasteracantha cancriformis, escolhida pela sua capacidade de refletir UV e fluorescer. Realizaremos experimentos de campo em diferentes períodos do dia, contendo armadilhas pegajosas distribuídas em cinco tratamentos: sem aranha (controle para presença de aranha); com aranhas não reflexivas (controle para as características espectrais); com aranhas que refletem UV; aranhas flourescentes; e aranhas com ambas as propriedades espectrais (UV + fluorescência). Após analisar os insetos capturados pelas armadilhas, utilizaremos análises de modelos mistos para cada variável resposta (abundância de presas e distância entre o ponto de interceptação da presa e o centro da armadilha) para testar nossa hipótese.