Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da variação na condutividade térmica da resina acrílica com incorporação de sílica e de partículas de prata: utilização de sensor de temperatura sem fio

Processo: 18/14231-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Tarcisio Jose de Arruda Paes Junior
Beneficiário:Juliana de Freitas Gouveia Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese dentária   Resinas acrílicas   Polimetil metacrilato   Condutividade térmica   Análise estatística de dados

Resumo

O Polimetilmetacrilato (PMMA) é amplamente utilizado em próteses como um material de base. Há tempos foi um material bem aceito e muito utilizado na odontologia na área laboratorial e clínica, devido as suas excelentes vantagens como boa estabilidade dimensional, baixo custo, simplicidade técnica e biocompatibilidade. No entanto, como todo material, possui diversas desvantagens, incluindo a sua baixa condutividade térmica. A baixa condutividade térmica das resinas acrílicas afeta a aceitação e o conforto do paciente no uso de próteses dentárias, causando problemas na sua utilização diária, porém a proporção deste desconforto nunca foi mensurada cientificamente. O objetivo principal deste trabalho é mensurar a condutibilidade térmica da resina acrílica utilizando um dispositivo sem fio em forma de pastilha metálica, onde será mensurada a condutibilidade da resina com a incorporação de partículas de sílica e nanopartículas de prata, buscando melhores resultados. As variantes serão a espessura da resina acrílica, o uso de reembasadores rígidos a modificação estrutural da resina acrílica com partículas de sílica e nanopartículas de prata. Será quantificado o tempo que o calor ou o frio demoram a percorrer a superfície da resina acrílica até que o dispositivo relate alterações no gradiente de temperatura. Amostras sem a presença das referidas partículas serão confeccionadas como controle. Os dados computados serão submetidos a análise estatística mais apropriada.