Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do miR-29c na plasticidade muscular esquelética: implicações para o controle de massa muscular

Processo: 19/08996-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Anselmo Sigari Moriscot
Beneficiário:William Jose da Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/04090-0 - Identificação e caracterização de mecanismos envolvidos no controle de massa e regeneração do músculo estriado esquelético, AP.TEM
Assunto(s):Músculos   Plasticidade muscular   Hipertrofia   Atrofia   MicroRNAs

Resumo

A boa saúde e a qualidade de vida estão intimamente relacionadas ao bom desempenho das funções do tecido muscular esquelético. Para isto, é imprescindível que o músculo possa de maneira eficiente ativar os processos que regulam o crescimento, regeneração, metabolismo e adaptação da massa frente as demandas do ambiente. Sob este último aspecto, a massa muscular é principalmente determinada pelo balanço entre síntese e degradação de proteínas. Diversas condições levam ao aumento da degradação proteica, provocando a redução da massa e por consequente a ineficiência da função muscular (Atrofia), entre estas, podemos citar estados fisiológicos como a inatividade física e o envelhecimento, imobilização de membros fraturados, desnutrição e microgravidade, alem de condições patológicas como a secção de nervos periféricos, sepse, tratamento crônico com corticoides, insuficiência renal, AIDS e a caquexia induzida pelo câncer. Durante anos nosso grupo de pesquisa tem se dedicado a elucidar mecanismos e identificar elementos que possam regular a plasticidade muscular esquelética. Durante o desenvolvimento do subprojeto 3, identificamos o miR-29c como um potencial agente hipertrófico, pois além de induzir ao aumento da massa e função musculares, reduz a expressão e tem como alvo direto MuRF1, um dos atrogenes mais expressos na maioria das condições atrofias citadas acima. Este projeto de pós-doutorado, dará prosseguimento ao subprojeto 3, abordando com maior profundidade os efeitos da superexpressão do miR-29c quanto aos efeitos no metabolismo do músculo e os mecanismos que o levam a hipertrofia muscular, alem disso estes resultados nos estimularam a desafiar os efeitos do miR-29c em algumas dessas condições atróficas, como durante a privação alimentar, denervação, imobilização, tratamento com dexametasona e na caquexia induzida pelo câncer.

Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (13 total):
Mais itensMenos itens
G1: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
O Sul: Um cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (12/Set/2019)
O Sul online: Um cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (11/Set/2019)
Só Fatos: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
Notivagos: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
Silvani Notícias (G1 Notícias): Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
Jornal Tijucas: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
Ideal MT: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
Cultura FM 87,9: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
Portal G1 News: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
Portal da Enfermagem: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
Notícia Plus: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)
Resende News: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)