Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da qualidade dos oócitos e capacidade reprodutiva de ratas expostas a nicotina: uma comparação entre os danos obtidos após exposição na fase adulta e nas fases intrauterina e de lactação

Processo: 19/08976-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Embriologia
Pesquisador responsável:Camila Cicconi Paccola
Beneficiário:Izabela Maria Mota de Freitas
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Toxicologia   Saúde reprodutiva   Estresse oxidativo   Nicotina   Lactação   Oócitos   Ratos Wistar   Modelo experimental

Resumo

A nicotina, um dos principais componentes tóxicos do cigarro, é capaz de aumentar a geração de radicais livres atuando como potente pró-oxidante em amostras biológicas. Por causar estresse oxidativo, ela pode causar danos nos gametas, induzindo a ocorrência de alterações morfológicos e metabólicas, comprometendo, assim, a capacidade reprodutiva. Devido ao número total de oócitos ser estabelecido até ao nascimento em mamíferos, a exposição à nicotina durante o desenvolvimento gonadal, na fase embrionária, pode comprometer, de maneira irreversível, a fertilidade futura, causando redução do número de folículos e, consequentemente, redução no número de oócitos disponíveis na vida adulta. Tendo em vista o impacto dos danos do tabagismo à saúde da mulher, este trabalho tem como objetivo analisar, utilizando-se ratas Wistar como modelo experimental, as consequências da exposição à nicotina na qualidade dos oócitos e sobre a capacidade reprodutiva em diferentes fases de exposição, seja na fase adulta (geração F0) ou na fase intrauterina e de lactação (geração F1). Para isso a nicotina será administrada por meio de implante de uma minibomba osmótica (2 mg/kg/dia) mimetizando a exposição humana a níveis moderados de cigarros. Será realizada uma comparação entre gerações acerca das consequências da nicotina mediante as possíveis alterações morfológicas nos oócitos, além da avaliação de estresse oxidativo no DNA das células ovarianas e análise dos índices de fertilidade e gestacional das ratas na fase adulta.