Busca avançada
Ano de início
Entree

H basanos tou logou: Damáscio entre neoplatonismo e ceticismo

Processo: 18/14732-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Mauricio Pagotto Marsola
Beneficiário:Federico Croci
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Filosofia antiga   Ceticismo   Neoplatonismo

Resumo

O objetivo do projeto de pesquisa é analisar a recepção e a evolução da tradição cética na filosofia de Damáscio, último grande exponente da Escola Neoplatônica Grega. Provavelmente, Damáscio desenvolveu intuições de Jâmblico. Ele afirmou a necessidade de pensar o Uno como o que é, sendo, ao mesmo tempo, absolutamente inefável. Sua epistemologia é explicitamente cética: não é possível, ele escreveu, afirmar ou negar nada do inefável; dizer que é o princípio já é excessivo; não podemos concluir nada, nem que temos um conhecimento do inefável, nem, come já disse Arcesilau, que dele temos ignorância. A aporia se revela como a estrutura do pensamento: diferentemente de outros neoplatônicos, Damáscio nega que haja uma positividade ontológica ou epistemológica do princípio. Assim, ele conclui que provar é igual a torturar-se. O pensamento de Damáscio é um desenvolvimento do ceticismo porque leva às consequências extremas a aplicação platônica da aporia à protologia: a aporia, assim, não é concebida apenas como um instrumento, mas é a estrutura da alma, mesmo o começo e o destino de todos os seus esforços cognitivos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CROCI, FEDERICO. . RIVISTA DI FILOSOFIA NEO-SCOLASTICA, v. 111, n. 2, p. 331-354, APR-JUN 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.