Busca avançada
Ano de início
Entree

Negócios, impressos e política no exílio: a experiência hispano-americana de João Soares Lisboa em Buenos Aires (1822-1823)

Processo: 19/02983-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:João Paulo Garrido Pimenta
Beneficiário:Paula Botafogo Caricchio Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Confederação do Equador   Imprensa   Exílio   Independência do Brasil   Liberalismo   Jornalistas   Portugueses   Buenos Aires   Século XIX

Resumo

A presente investigação trata do desdobramento e continuação do tema analisado na tese de doutoramento. Apesar do protagonismo do negociante e redator João Soares Lisboa nos debates de independência e construção do Estado e da Nação do Brasil, sua trajetória pública foi pouco explorada na historiografia, sobretudo, o período de seu exílio em Buenos Aires (1822-1823). Esta lacuna se procura preencher agora com a análise de sua experiência hispano-americana, analisada, em parte, pelos referenciais da História dos Conceitos, inspirada nas definições de modernidade e da categoria de experiência das obras de R. Koselleck. Pretende-se examinar conceitos, mas também aprendizados e vivências políticas que foram fundamentais tanto na radicalização das ideias publicadas no Correio do Rio de Janeiro, redigido da prisão, quanto em sua adesão aos princípios republicanos da Confederação do Equador, pela qual veio a falecer em combate (1824). Para tanto, o exílio será investigado, principalmente, por meio de periódicos, memórias, proclamações, biografias e cartas, a respeito e produzidos em Buenos Aires, dos anos de 1810 até e especialmente durante os primeiros anos da década de 1820. Assim, João Soares Lisboa, considerado um personagem atlântico, representava um grupo da cultura política liberal e de toda uma época na construção do primeiro liberalismo na América. (AU)