Busca avançada
Ano de início
Entree

O estudo de isolados clínicos fúngicos e a metagenômica do microbioma do pulmão de pacientes com fibrose cística

Processo: 19/08383-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Marcia Regina von Zeska Kress
Beneficiário:Patrícia Helena Grizante Barião
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/25300-8 - O estudo de isolados clínicos fúngicos de diferentes sítios anatômicos e a metagenômica do microbioma do pulmão de pacientes com fibrose cística, AP.R
Assunto(s):Micologia   Microbiota   Fatores de virulência   Metagenômica   Fibrose cística

Resumo

Os microrganimos e seu equilíbrio no corpo humano são necessários para manter um indivíduo saudável. Uma vez que este equilíbrio é rompido, ocorre o crescimento excessivo de agentes patogênicos. Diversos fatores levam a este desequilíbrio, um deles é pela mutação no gene do Regulador de Condutância Transmembrana da Fibrose Cística que causa a interrupção da transferência normal dos íons cloro e sódio através das membranas celulares que levam a desidratação e consequentemente aumento da viscosidade das secreções celulares, que pode ocasionar falência do clearance mucociliar pulmonar de pacientes com Fibrose Cística (FC). O estudo dos microbiomas vem sendo facilitado pela tecnologia do sequenciamento de nova geração, capaz de inclusive sequenciar material genético de microrganismos não cultiváveis. O presente projeto tem por objetivo estudar isolados clínicos fúngicos e a metagenômica por amplicons e shotgun do microbioma (bactérias e fungos) do pulmão de pacientes com fibrose cística. Serão principalmente estudados os isolados clínicos dos fungos filamentosos patogênicos dos gêneros Aspergillus e Fusarium. A identificação molecular pelo estudo do seu material genético, sensibilidade a antifúngicos, virulência em modelo experimental Galleria mellonella trarão informação importantes quanto ao perfil destes microrganismos fúngicos causadores de infecção. Os resultados aqui obtidos possibilitarão uma visão crítica e auxiliarão na tomada de decisão clínica sobre a melhor abordagem terapêutica.