Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da mecânica respiratória e inflamação pulmonar em um modelo experimental de inflamação pulmonar alérgica crônica e infecção por Streptococcus pneumoniae

Processo: 18/23118-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Clarice Rosa Olivo
Beneficiário:Roseane Martins de Laia
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Universidade Cidade de São Paulo (UNICID). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Pneumologia   Pneumonia   Asma   Inalação   Streptococcus pneumoniae   Mecânica respiratória   Coleta de dados   Modelo experimental

Resumo

Sabe-se que a mortalidade devido a infecção pelo pneumococo é significantemente maior em populações de risco, como em indivíduos com asma. Sugere-se que esses pacientes apresentem uma inabilidade no sistema imune em controlar a infecção pulmonar levando ao aumento da morbimortalidade, mecanismo ainda não totalmente esclarecido. Com isso, nosso objetivo é analisar a mecânica respiratória e a inflamação pulmonar em um modelo experimental de inflamação alérgica crônica e infecção por S. pneumoniae. Para tanto, serão utilizados camundongos (BALB/C), divididos em 4 grupos: grupo Controle (C); grupo Infecção (I) (animais que serão desafiados com S. pneumoniae); grupo OVA (O) (animais submetidos a um protocolo de inflamação pulmonar alérgica crônica); grupo OVA + infecção (OI) (animais que serão submetidos a um protocolo de inflamação pulmonar alérgica crônica e serão desafiados com S. pneumoniae). Os animais dos grupos OVA receberão 2 injeções intraperitoneais com adjuvante e em seguida, serão submetidos a 4 sessões de aerossol a base de Ovalbumina. Doze horas após a última inalação, os animais dos grupos infecção serão desafiados com S. pneumoniae. E 12hs após o desafio, será realizada a coleta dos dados de mecânica respiratória e avaliação da inflamação pulmonar. Para análise dos resultados consideraremos estatisticamente significantes quando p<0,05.