Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das propriedades elétricas e sinápticas dos interneurônios Dbx1 nos estágios adultos do desenvolvimento

Processo: 19/07635-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 06 de agosto de 2019
Vigência (Término): 05 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Luciane Helena Gargaglioni Batalhão
Beneficiário:Carlos Aparecido da Silva Junior
Supervisor no Exterior: Christopher A. Del Negro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa: William and Mary, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/26367-9 - Consequências da exposição intra-uterina ao diazepam: impacto sobre o sistema ventilatório de ratos neonatos durante o desenvolvimento, BP.MS
Assunto(s):Neurofisiologia   Respiração rítmica   Fenômenos fisiológicos respiratórios   Mamíferos   Tronco cerebral   Interneurônios

Resumo

A respiração rítmica depende de populações de interneurônios no tronco encefálico, que formam a coluna respiratória ventral, mas existem diferenças funcionais importantes entre essas populações. Uma população particularmente importante está localizada no complexo pré-Bötzinger (pre-BötC) que contém neurônios derivados de Dbx1 que constituem o núcleo gerador de ritmo para o ritmo inspiratório dos mamíferos. Nenhum trabalho examinou ainda as propriedades de membrana intrínseca destes neurônios do pre-BötC derivados do Dbx1 após o desenvolvimento pós-natal precoce, durante os estágios adultos de maturação do sistema nervoso central. Aqui argumentamos que é importante conhecer as propriedades dos interneurônios Dbx1 e seu papel no ritmo respiratório nos estágios adultos da vida para entender a função da rede respiratória madura (adulta) em comparação com os estágios iniciais do pós-natal. Isso contribuiria com novos conhecimentos valiosos sobre a neurofisiologia da respiração e ajudaria a identificar novas estratégias para combater patologias respiratórias. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)