Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso do sensoriamento remoto para mapear áreas de infestação por fêmeas adultas de Aedes Aegypti

Processo: 19/08205-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 31 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Francisco Chiaravalloti Neto
Beneficiário:Camila Lorenz
Supervisor no Exterior: Marcia Caldas de Castro
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Cambridge, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/10297-1 - Identificação de áreas de risco para arboviroses utilizando armadilhas para adultos de Aedes Aegypti e Aedes Albopictus e imagens de sensoriamento remoto, BP.PD
Assunto(s):Epidemiologia

Resumo

Doenças transmitidas por mosquitos afetam milhões de pessoas no mundo, e sua área de transmissão continua a se expandir devido a muitos fatores ligados ao crescimento urbano, ao aumento das viagens internacionais e ao aquecimento global. O mosquito Aedes aegypti desempenha um papel central na disseminação da dengue, zika, chikungunya e febre amarela urbana. As medidas preventivas atuais incluem programas de controle dos mosquitos, mas, infelizmente, identificar os habitats dos vetores em uma grande área geográfica com base apenas em pesquisas de campo consome muito tempo e exige muito trabalho. Recentemente, vários estudos na literatura demonstram a utilidade da tecnologia de sensoriamento remoto na avaliação de risco de doenças transmitidas por vetores e população de vetores. Assim, o objetivo deste estágio é avaliar o potencial de imagens de satélite, Landsat TM 8 e Sentinel Copernicus 3, para identificar habitats do vetor adulto Ae aegypti e para determinar características do uso do solo associadas ao seu índice de infestação em São José do Rio Preto/SP, Brasil. Para descrever a infestação de Ae. aegypti ao longo da área de estudo, usaremos o método de krigagem e os dados de 60 armadilhas de mosquitos; as imagens de sensoriamento remoto serão classificadas para tipos de cobertura do uso do solo usando um método de classificação supervisionado; e a temperatura da superfície e os mapas de vegetação serão construídos usando dados vetoriais. A análise multivariada de cluster será usada para examinar as associações entre os índices de infestação de Ae. aegypti e uso/cobertura do solo e temperatura. Será possível elaborar um modelo para prever as áreas com os habitats mais adequados para esses mosquitos, ajudando e otimizando as medidas de vigilância e controle.