Busca avançada
Ano de início
Entree

Em busca do fruto proibido: a representação feminina e a emancipação da mulher no discurso do médico psiquiatra Porto-Carrero

Processo: 18/23140-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Social
Pesquisador responsável:Deivis Perez Bispo dos Santos
Beneficiário:Giovana Domingos da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Psiquiatria   Psicanálise   Emancipação   Representações sociais   Feminino   Mulheres   Análise do discurso

Resumo

Em meio às propostas reformistas na Primeira República, em 1923 foi fundada a Liga Brasileira de Higiene Mental (LBHM). Entre seus objetivos estava a melhora da assistência aos alienados por meio de aprimoramento profissional e dos manicômios, uma concepção assentada na higiene psíquica individual. No decorrer da década de 1920, a Liga caminhou em direção a projetos de eugenia, prevenção e educação dos indivíduos. As várias apropriações da teoria eugênica no Brasil possibilitaram a uma parte da psiquiatria pensar a higiene mental na divisão entre indivíduos "superiores" e "inferiores", sugerindo alternativas segregacionistas de controle, estendendo seus objetivos a todos os domínios da vida social. Neste cenário, destaca-se a figura do psiquiatra Júlio Pires Porto-Carrero (1887-1957), um dos pioneiros a estudar e popularizar a psicanálise no Brasil e coordenador da primeira clínica do país. A partir de um diálogo entre História e Psicologia, a presente pesquisa tem como objetivo analisar o discurso sobre a representação social e a emancipação da mulher na concepção do referido alienista, levando em consideração sua importância como integrante da elite psiquiátrica brasileira na primeira metade do século XX. Há também uma atenção à sua leitura e interpretação de Freud. Como metodologia, será adotada a análise do impresso periódico Archivos Brasileiros de Higiene Mental da Liga Brasileira de Higiene Mental e da obra de Freud, a fim de confrontar as considerações dos dois autores no que cerne às questões do feminino e identificar os conceitos da psicanálise que auxiliaram na construção do pensamento de Porto-Carrero.