Busca avançada
Ano de início
Entree

Tratamento cirúrgico dos tumores neuroendócrinos do pâncreas: análise clínica e imuno-histoquímica dos tumores assintomáticos e identificação de marcadores moleculares de prognóstico

Processo: 19/03584-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Estela Regina Ramos Figueira
Beneficiário:Júlia Fray Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Patologia   Tumores neuroendócrinos   Sistema digestório   Marcador molecular   Imuno-histoquímica   Marcadores prognósticos   Técnicas de laboratório clínico   Registros médicos   Bases de dados

Resumo

Os tumores neuroendócrinos de pâncreas (TNEP) são tumores raros de apresentação bastante heterogênea devido aos seus vários subtipos podendo ser enquadrados em dois principais grupos: não funcionantes e funcionantes. Apesar da existência de inúmeros fatores que determinam o prognóstico, o diagnóstico de malignidade muitas vezes é difícil. Além disso, tem se discutido atualmente uma conduta mais conservadora nos tumores não funcionantes pequenos. Entretanto, o tratamento das lesões de potencial maligno incerto, bem como a associação entre tamanho do tumor e sobrevida ainda são controversos. Objetivo: O objetivo do estudo é avaliar possíveis indicadores moleculares de prognóstico em pacientes com tumor neuroendócrino não funcionante de pâncreas submetidos tratamentos cirúrgico. Método: Serão analisados pacientes com diagnóstico de TNEP-NF submetidos a tratamento cirúrgico. Estão sendo analisados os prontuários médicos de evolução clínica e laboratorial, e os registros da base de dados eletrônica HCMED e Tazy-ICESP. Será realizada análise imuno histoquímica para quantificação de possíveis indicadores de prognóstico que posteriormente serão correlacionados com os demais parâmetros clínicos e anatomopatológicos. Serão utilizados anticorpos específicos para análise do DAXX, ATRX, KI67, PTEN, TSC2, CK19, KIT, p53 e Rb. Para isso será utilizada a técnica de construção dos TMA (Tissue Microarrays) obtidos e armazenamento de cortes parafinados. As reações imuno-histoquímicas serão realizados pela equipe do LIM-14/Patologia hepática/FMUSP. Análise Estatística: As comparações entre dois grupos serão realizadas usando o teste t de Student, Mann-Whitney ou Chi-quadrado. Serão estimadas a sobrevida livre de doença (SLD) e sobrevida doença-específica em cinco e 10 anos calculadas pelo método de Kaplan-Meier, comparadas pelo teste de log-rank. As análises de Cox univariada e multivariada serão realizadas para identificar os fatores de impacto prognóstico de sobrevida.