Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação de mensagens para telefones móveis para pacientes com doença arterial coronariana

Processo: 19/03681-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Médico-cirúrgica
Pesquisador responsável:Vinicius Batista Santos
Beneficiário:Lucas Verzegnassi Vieira
Instituição-sede: Escola Paulista de Enfermagem (EPE). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cardiologia   Doença da artéria coronariana   Educação em saúde   Mensagem de texto   Inquéritos e questionários

Resumo

Introdução: Para o alcance de resultados positivos em saúde na prevenção da recorrência de eventos agudos coronarianos é necessário a implementação de programas de prevenção secundária visando a educação dos pacientes e familiares quanto a modificação do estilo de vida. Para que as medidas educacionais possam ser implementadas é necessário a identificação das necessidades de informações sobre a doença cardiovasculares em pacientes portadores de doença arterial coronariana. Objetivo: Validar as mensagens para serem enviadas para telefones móveis para pacientes com doença arterial coronariana com base nas necessidades de informação. Métodos: Estudo com duas fases, sendo que a primeira fase consiste na avaliação das necessidades de informações sobre a doença arterial coronariana, onde será realizado com pacientes internados nas unidades de Cardiologia por manifestação da doença arterial coronariana. As necessidades de informações serão identificadas por meio de um questionário validado de necessidades de informação. Na fase 2, com base nas principais necessidades de informações serão elaboradas mensagens contendo ilustrações e textos para orientação ao estilo de vida adequado, onde serão validados por expertise quanto ao conteúdo e face. As variáveis sociodemográficas e clínicas da fase 1 serão analisadas de forma descritiva, por meio de medidas de tendência central e dispersão. As relações entre o escore das necessidades de informação com os dados sociodemográficos serão verificadas por meio de testes de associação. Para a análise da concordância dos peritos e dos indivíduos saudáveis o nível de proporção de concordância deverá ser de 80%(0,80) levando em consideração o nível de significância (±) adotado de 5%.