Busca avançada
Ano de início
Entree

"instalação pianística: o processo criativo de Glenn Gould para a televisão no programa "the age of ecstasy: 1900-1910"

Processo: 19/03324-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 22 de julho de 2019
Vigência (Término): 21 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Anna Claudia Agazzi
Beneficiário:Anna Claudia Agazzi
Anfitrião: Midori Koga
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Toronto (U of T), Canadá  
Assunto(s):Vídeo   Estudos interdisciplinares   Pianistas

Resumo

A pesquisa deverá investigar o papel do pianista canadense Glenn Gould (1932-1982) e seu processo criativo na concepção da série televisiva "Musicamara: Music in Our Time" produzida para a Canadian Broadcasting Corporation. A pesquisa dará especial atenção ao primeiro programa da série: "The Age Of Ecstasy: 1900-1910" (1974).Glenn Gould é uma importante referência para a área de práticas interpretativas, bem como para a área de estética e filosofia da música. É reconhecido como um dos grandes pensadores canadenses da segunda metade do século XX e algumas de suas gravações ao piano são fundamentais na reflexão quanto a interpretação de obras de J.S.Bach e também importantes referências para composições da primeira metade do século XX. Gould contribuiu publicando seu pensamento em diversos artigos que discutem o papel do executante: a liberdade de interpretação, a relevância das apresentações musicais ao vivo, e, em especial, o uso de recursos tecnológicos para a interpretação pianística. Gould fez uso extensivo dos recursos de gravação de forma a manipular suas interpretações musicais e sugerir um novo termo para a sua atuação enquanto pianista: o termo "recording artist" que se referia ao intérprete para a gravação. A presente pesquisa investigará a partir dos conceitos de virtuosismo e werktreue1, a extensão do envolvimento de Gould no processo criativo do programa "The Age Of Ecstasy: 1900-1910", onde são apresentadas obras de Alexander Scriabin (1872-1915) e Alban Berg (1883-1935). Teria Gould extrapolado sua função primordial de pianista virtuose e "recording artist" e manipulado os demais elementos da obra televisiva? E, neste caso, como estas decisões se relacionam a interpretação das obras pianísticas executadas? A pesquisa será realizada na Universidade de Toronto e está atrelada ao Projeto Trienal desenvolvido no Instituto de Artes da Unesp. Resultará em trabalho escrito e subsídio para futura instalação pianística.