Busca avançada
Ano de início
Entree

Variação temporal da produção e decomposição de serapilheira em pastos de capim-marandu adubados com doses de nitrogênio

Processo: 19/04960-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Pastagens e Forragicultura
Pesquisador responsável:Ana Cláudia Ruggieri
Beneficiário:Carla Gabriele dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/16631-5 - Estratégias de manejo para redução de impactos ambientais em sistemas de produção de bovinos de corte, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Adubação   Pastagens   Matéria orgânica do solo   Fertilizantes nitrogenados   Ciclagem de nutrientes   Serrapilheira   Capim marandu

Resumo

Atualmente, um dos maiores problemas brasileiros na criação de bovinos é a degradação das pastagens e a perda dos nutrientes do solo, uma vez que a maior parte das criações são criadas, recriadas e terminadas a pasto. A produção de serapilheira é um recurso natural das pastagens que repõe os nutrientes necessários no solo para a formação da Matéria Orgânica do Solo (MOS). A aplicação de adubos nitrogenados, pode auxiliar na produção e decomposição dessa serapilheira, contribuindo para a maior reciclagem de nutrientes, fazendo com que os pastos se mantenham com qualidade por mais tempo. O objetivo desse estudo é quantificar a produção e a decomposição de serapilheira de uma área de pastagem de Brachiaria brizantha cv Marandu estabelecida há dezesseis anos, manejada no período das águas em lotação contínua e carga variável, com o intuito de manter a altura do pasto em 25 cm. Serão utilizados quatro piquetes, sendo um tratamento em cada, 90,180, 270 kg de N/ha e controle, sem adição de adubo nitrogenado. As coletas de serapilheira para avaliação de produção e decomposição serão realizadas segundo metodologia proposta. A análise de dados será realizada através do programa estatístico R (R Core Team 2018) utilizando modelos mistos para analisar os efeitos dos tratamentos e das medidas repetidas no tempo.