Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade funcional de mesoherbívoros associados a bancos de macroalgas marinhas

Processo: 18/11803-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Tânia Marcia Costa
Beneficiário:Glauco Barreto de Oliveira Machado
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Assunto(s):Biodiversidade   Animais herbívoros   Ecologia de interações

Resumo

A biodiversidade desempenha um papel fundamental no funcionamento de ecossistemas terrestres e aquáticos. Estudos acerca dos efeitos da biodiversidade sobre os ecossistemas têm se tornado mais frequentes nas últimas décadas em resposta à crescente ameaça da perda de espécies. Em ambientes marinhos, a relação entre biodiversidade e funcionamento de ecossistemas tem sido amplamente investigada em bancos de macrófitas com algas epífitas associadas, como gramas marinhas. Tais sistemas abrigam uma elevada diversidade de espécies, incluindo mesoherbívoros que usam macrófitas como habitat e alimento. No entanto, em contraste ao sistema de gramas marinhas, pouco é compreendido sobre o papel da diversidade de mesoherbívoros em bancos de algas hospedeiras com epífitas associadas, característicos de substratos consolidados, como costões rochosos. Nesse sentido, a presente proposta visa investigar os efeitos da diversidade dos mesoherbívoros sobre propriedades do ecossistema representado por algas hospedeiras e epífitas. Para tanto, o projeto será realizado em duas etapas: (1) caracterização da diversidade funcional (um componente da biodiversidade) de mesoherbívoros associados a um banco de macroalgas marinhas; (2) investigação dos efeitos da diversidade dos mesoherbívoros sobre propriedades do ecossistema, como produção primária e produção secundária do sistema. Para cumprir ambas etapas, serão realizadas amostragens de campo e experimentos em laboratório ao longo do projeto. O presente estudo possibilitará conhecer a diversidade funcional de mesoherbívoros e seus efeitos em um sistema de alga hospedeira com epífitas, bem como pode contribuir para prever como a perda de espécies de consumidores influenciará o funcionamento de certos ecossistemas costeiros.