Busca avançada
Ano de início
Entree

Decifrando o interatoma Ctenocephalides Felis felis-Bartonella henselae por técnicas de proteômica

Processo: 19/09464-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 02 de março de 2020
Vigência (Término): 01 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Marcos Rogério André
Beneficiário:Marcos Rogério André
Anfitrião: Edward Bealmear Breitschwerdt
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa : North Carolina State University (NC State), Estados Unidos  
Assunto(s):Proteômica   Bartonella henselae

Resumo

Dentre os vários patógenos transmitidos por Ctenocephalides felis, destaca-se Bartonella henselae, principal agente etiológico da doença da arranhadura do gato (DAG). Esta Alphaproteobacteria Gram-negativa é naturalmente transmitida por C. felis felis entre os gatos, que representam seus principais reservatórios de vertebrados. Além da DAG, B. henselae também tem sido associada com endocardite, osteomielite, neuroretinite em pessoas imunocompetentes, e angiomatose bacilar, peliose bacilar e endocardite em indivíduos imunocomprometidos. Apesar da importância de B. henselae como um patógeno emergente, o controle das doenças causadas por este agente depende principalmente do uso de ectoparasiticidas contra pulgas. Uma vacina com alvo tanto na performance biológica da pulga quanto na competência vetorial deste inseto para B. henselae seria uma opção atraente e ambientalmente correta, por meio da identificação de moléculas antigênicas expressas em pulgas infectadas com B. henselae. Portanto, mostra-se necessário obter maior conhecimento sobre a relação entre pulgas C. felis e B. henselae, a fim de contribuir para o entendimento da biologia de pulgas e patógenos transmitidos por estes insetos, da dinâmica de transmissão de patógenos para que sejam instauradas novas abordagens de controle. O presente trabalho objetiva investigar as proteínas diferencialmente expressas em pulgas C. felis felis não-infectadas e infectadas com B. henselae, infectadas, como um primeiro passo na seleção de potenciais alvos candidatos para uma vacina anti-pulgas e anti- B. henselae.