Busca avançada
Ano de início
Entree

Métodos de estudo do turnover proteico em cães adultos e idosos

Processo: 19/00790-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Aulus Cavalieri Carciofi
Beneficiário:Letícia Graziele Pacheco
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia   Sarcopenia   Proteólise   Leucina   Fenilalanina   Glicina   Cães

Resumo

O processo de Sarcopenia afeta parte da população de cães idosos, sendo caracterizado pela perda de massa corporal magra, provavelmente resultante de diminuição da síntese proteica muscular. A fim de aprofundar estudos acerca do metabolismo proteico em cães de idades diferentes, propõe-se neste projeto a comparação de três métodos para se determinar o fluxo de proteína em cães adultos e idosos. O estudo será realizado em delineamento inteiramente casualizado, num esquema fatorial 3x2 de tratamentos, com três métodos e duas faixas etárias. Para o estudo do metabolismo proteico serão comparados o método do precursor com L-[1-13C] Leucina, o método dos produtos finais [15N] Glicina e o método de oxidação indireta L-[1-13C] Fenilalanina. O estudo incluirá 20 cães, machos ou fêmeas, sendo 10 adultos (idade entre 1 e 3 anos) e 10 idosos (idade superior a 10 anos). Os animais serão alimentados com alimento comercial extrusado para cães idosos, em quantidade suficiente para manutenção do peso corporal. Os cães receberão o alimento durante 33 dias, assim distribuídos: dia 1 ao 10 para adaptação à dieta, dias 11 ao 15 para coleta total de fezes urina para o ensaio de digestibilidade, balanço de nitrogênio e eliminação de uréia de 24h pela urina, dias 16 a 19 para descanso, dias 20 a 23 para o ensaio da fenilalanina (gás expirado e urina), dias 24 e 25 para o ensaio da glicina (urina), dias 26 ao 32 para descanso e eliminação dos marcadores anteriores, dia 33 para o ensaio da Leucina (gás expirado e plasma). Através da coleta de plasma, urina e gás expirado, os parâmetros de enriquecimento isotópico serão obtidos e aplicados em equações de fluxo, síntese e degradação proteicas. Antes das comparações de médias serão verificadas as pressuposições de homogeneidade de variâncias e normalidade dos erros. Os dados serão submetidos à análise de variância, considerando os efeitos de método, idade e suas interações (método x idade). Quando significâncias forem obtidas no Teste F, as médias serão comparadas pelo Teste de Tukey. Os métodos de avaliação do turnover proteico serão, ainda, comparados por correlação de Pearson e análise de Bland e Altman. O valor de P<0,05 será considerado significativo. Com os resultados, espera-se obter visão mais aprofundada sobre o efeito da idade no metabolismo proteico de cães, além de se aprofundar no estudo de três métodos de determinação de turnover proteico corporal. (AU)