Busca avançada
Ano de início
Entree

Presença de FODMAPs em refeições servidas em um restaurante institucional e sua relação com sintomas da síndrome do intestino irritável

Processo: 19/06745-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Caroline Dario Capitani
Beneficiário:Anne Rodrigues Nicoletto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Alimentação coletiva   Consumo de alimentos   Síndrome do intestino irritável   Oligossacarídeos   Dissacarídeos   Monossacarídeos   Restaurantes   Cardápios

Resumo

Os FODMAPs (sigla do termo em inglês Fermentable Fermentable Oligo-, Di-, Mono-saccharides and Polyols) são hidratos que englobam alguns alimentos pertencentes às classes dos Oligossacarídeos, Dissacarídeos, Monossacarídeos e Polióis. Pesquisas têm indicado que alimentos compostos por esses hidratos agravam os sintomas de algumas doenças digestivas, como a Síndrome do Intestino Irritável (SII). Por possuírem pequeno tamanho molecular, exercem um efeito osmótico que faz com que atraiam fluido para o intestino grosso, onde são fermentados pela microflora colônica e produzem hidrogênio e/ou gás metano, ocasionando um aumento dos componentes líquidos e gasosos, que podem causar alguns desconfortos gastrointestinais em indivíduos suscetíveis. Embora existam estudos que verificam os impactos do consumo contínuo de FODMAPs sobre diferentes populações, não se encontram na literatura pesquisas que façam esta abordagem na área de alimentação coletiva. Sendo assim, este projeto tem como objetivo avaliar a incidência de utilização de FODMAPs em cardápios de um restaurante institucional (Unidade de Alimentação e Nutrição - UAN), além de estudar a possível relação de seu consumo com a SII em comensais desse restaurante. Para isso, será feita a análise do cardápio de um mês da UAN estudada e o perfil de saúde dos comensais dessa instituição será traçado por meio de um questionário. Em seguida, será analisada a incidência de SII nos indivíduos que forem classificados com presença de sintomas gastrointestinais, estudando sua correlação com o consumo de FODMAP por meio da aplicação de um questionário de frequência alimentar (QFA). Deste modo, os resultados desse projeto poderão contribuir para uma conscientização dos comensais sobre as possíveis associações entre sintomas decorrentes da SII e o tipo de alimento consumido, além de ampliar o conhecimento relacionado à alimentação coletiva que fomente ações de melhorias nutricionais para as refeições servidas.