Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo bioquímico, genético e funcional de R-bodies em Xanthomonas citri

Processo: 19/09482-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Shaker Chuck Farah
Beneficiário:Sofia Quarello dos Ramos
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/17303-7 - Estrutura e função de sistemas de secreção bacterianas, AP.TEM
Assunto(s):Xanthomonas citri

Resumo

R-bodies são corpos proteicos, insolúveis, em forma de fita enrolada cilindricamente que se estira (e se enrola de novo, reversivelmente) quando sob determinadas condições, tais como baixo pH, força iônica e presença ou ausência de certos íons. Esta estrutura proteica foi inicialmente encontrada somente em bactérias endossimbióticas obrigatórias, sendo que sua descoberta se deu em cepas "assassinas" de Paramecium que hospedam as chamadas "Kappa particles", bactérias da espécie Caedibacter taeniospiralis contendo R-bodies. Quando cepas "sensíveis" de Paramecium incorporam C. taeniospiralis em vacúolos digestivos, a acidez do meio resulta no estirar dos R-bodies, quebrando o vacúolo e a membrana do hospedeiro, podendo ainda liberar toxinas bacterianas dentro do protozoário.Em C. taeniospiralis a produção de R-bodies depende dos genes rebABCD, sendo formados de polímeros dos produtos de rebA e rebB. Nos últimos cinco anos, foram identificados homólogos destes genes em muitas outras espécies bacterianas de vida livre e até mesmo em fitopatógenas, como as do gênero Xanthomonas. Na espécie X. citri, foram identificados dois loci codificando um total de até 7 homólogos de rebA e rebB, sugerindo um possível mecanismo de defesa contra protozoários.O objetivo deste projeto de iniciação científica é estudar o comportamento de R-bodies em Xanthomonas citri, bactéria causadora do cancro cítrico, doença economicamente importante por afetar diversas plantas cítricas. Para isso, será feito um estudo bioquímico e funcional pela análise genotípica e fenotípica de cepas mutantes e nocauteadas, assim como de R-bodies purificados.