Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo estatístico do possível controle das emissões decamétricas de rádio de Júpiter por Europa

Processo: 19/03533-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Ezequiel Echer
Beneficiário:Hadassa Raquel Peixoto Jácome
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Júpiter   Europa

Resumo

Júpiter é uma poderosa fonte de emissões decamétricas (DAM) de rádio, cuja origem é associada a precipitação de elétrons pela Instabilidade Maser-Ciclotrônica (CMI). Por décadas é sabido que a localização do satélite Io afeta as emissões DAM de Júpiter. Tal fato é explicado pela interação eletromagnética entre Júpiter e Io, que se dá a partir do fluxo de plasma magnetosférico carregando campo magnético em direção ao satélite. Tal fluxo produz correntes alinhadas ao campo que transportam energia para a ionosfera do planeta, causando pontos de emissão ultravioleta. Portanto, a identificação rastros em ultravioleta na ionosfera polar associados a Ganimedes e Europa indica que a mesma interação Júpiter-Io pode ocorrer entre o planeta e esses satélites e, consequentemente, que eles possam controlar as emissões DAM de Júpiter. Recentemente, identificou-se o controle das emissões DAM por Ganimedes e evidências de controle por Europa. Assim sendo, o objetivo principal deste projeto de pesquisa é investigar o possível controle das emissões DAM de Júpiter pelo satélite Europa usando a base de dados das antenas do Nançay Decametric Array (NDA), assim como fazer uma análise estatística das propriedades das emissões controladas por Europa (Eu-DAM).