Busca avançada
Ano de início
Entree

Incorporação de nanopartículas metálicas em fotoeletrodos de hematita: efeito da interface sólido-sólido nas propriedades ópticas e elétricas

Processo: 19/06654-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Flavio Leandro de Souza
Beneficiário:Ingrid Guadalupe Rodriguez Gutierrez
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/02317-2 - Interfaces em materiais: propriedades eletrônicas, magnéticas, estruturais e de transporte, AP.TEM
Assunto(s):Nanociência   Materiais nanoestruturados   Nanopartículas metálicas   Filmes finos   Hematita   Soluções aquosas

Resumo

Esse projeto de pós-doutoramento está centrado no estudo da interface de nanopartículas metálicas suportadas em fotoeletrodos de hematita com soluções aquosas quando na presença e ausência de luz. Tem como objetivo analisar as estratégias de síntese e deposição controlada de massa de hematita e nanopartículas metálicas, quantificando a parcela de luz absorvida, a geração de fotocorrente e consequentemente demonstrar a viabilidade do dispositivo construído. Além disso, a interação com os grupos de teoria participantes do projeto temático espera-se gerarmos um volume de resultados para avançarmos na compreensão da interface sólido-sólido (nanopartículas-eletrodos-substratos) na transferência de carga e a geração de reações químicas dos mesmo com a solução que sofrerá a fotoeletrólise (interface sólido-líquido). Neste sentido, o uso de nanopartículas metálicas de tamanho e morfologia variados é considerado estratégico no que diz respeito à construção de células fotoeletroquímicas e dois fatores principais justificam sua utilização: a maior absorção óptica do espectro eletromagnético e a possibilidade de injeção e separação de carga assistida pelos plasmons superficiais, auxiliando na transferência de elétron do catalisador. É importante destacar que a originalidade da proposta está centrada na modulação da fotocorrente a partir das diferentes morfologias das nanopartículas (esférica, bastão e multifacetada) aliada à maneira como as propriedades plasmônicas serão inseridas no dispositivo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.