Busca avançada
Ano de início
Entree

Explorando ligas de alta entropia com transformação eutética para processamento semissólido de metais

Processo: 19/11374-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 10 de abril de 2020
Vigência (Término): 09 de abril de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Rubens Caram Junior
Beneficiário:Kaio Niitsu Campo
Supervisor no Exterior: Sheng Guo
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Chalmers University of Technology, Suécia  
Vinculado à bolsa:18/10190-5 - Desenvolvimento e processamento semissólido de ligas de alta entropia baseadas no sistema CrCuFeMnNi, BP.PD
Assunto(s):Ligas de alta entropia   Materiais metálicos   Propriedades mecânicas

Resumo

Ligas multicomponentes são uma recente classe de materiais metálicos em que vários elementos são empregados em razões equiatômicas ou próximas disso, sendo comumente referidas como ligas de alta entropia (LAEs) na literatura. Existe uma enorme variedade de composições e microestruturas que podem ser exploradas, levando à mesma diversidade de propriedades mecânicas e físicas. Entre elas, as LAEs eutéticas tem recebido grande atenção da comunidade científica devido à possibilidade de obtenção de propriedades mecânicas mais equilibradas pela combinação de fases macias e duras em um modo de crescimento cooperativo. No entanto, a aplicação bem-sucedida das LAEs em escala comercial depende fortemente de seus aspectos de processabilidade. Uma abordagem interessante para a produção de peças complexas desses metais é através do processamento semissólido. Por isso, a identificação e o design de composições que possam ser trabalhadas no estado semissólido são um campo de pesquisa bastante atraente. Baseando-se nos vastos exemplos industriais que empregam a tecnologia semissólida na produção de componentes da liga hipoeutética A356 (Al-Si-Mg), sugere-se que o mesmo pode ser feito utilizando-se LAEs hipoeutéticas e hipereutéticas. Assim, o presente projeto de pesquisa busca projetar LAEs com estruturas eutéticas para processamento semissólido. Isso incluirá investigações teóricas e experimentais. A primeira visa identificar composições com potencial de serem processadas, enquanto a segunda destina-se a avalia-las com base em seus comportamentos de fusão e solidificação, desempenho de globularização, formação e estabilidade de fases e propriedades mecânicas. Espera-se que esses resultados apontem LAEs promissoras tanto em relação às suas propriedades mecânicas quanto às suas características de processabilidade.