Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do perfil de resistência, virulência e epidemiológico de Escherichia coli isoladas do meio ambiente

Processo: 18/01890-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Eliana Guedes Stehling
Beneficiário:João Pedro Rueda Furlan
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Microbiologia ambiental   Resistência a medicamentos   Anti-infecciosos   Virulência   Escherichia coli   Tipagem molecular

Resumo

A resistência bacteriana é um problema frequente no ambiente hospitalar. O aumento da resistência entre os membros da família Enterobacteriaceae tem resultado no aparecimento de espécies multirresistentes, as quais representam um importante problema de saúde pública. Dentre as enterobactérias mais comumente relatadas em infecções hospitalares está a Escherichia coli, a qual pertence a microbiota comensal e pode atuar como patógeno oportunista, principalmente em pacientes imunocomprometidos. Diferentes classes de antimicrobianos podem ser utilizados no tratamento de infecções causadas por esse patógeno, e dentre eles, as classes dos ²-lactâmicos, quinolonas e fluorquinolonas, tetraciclinas, aminoglicosídeos, inibidores da via de folato, fenicóis e polimixinas. Diversos fatores de virulência estão correlacionados à patogenicidade dessa bactéria, entre eles, as toxinas e hemolisinas. O objetivo do presente projeto de pesquisa é caracterizar 100 isolados de Escherichia coli obtidos do meio ambiente quanto à resistência aos antimicrobianos, virulência, relação clonal e epidemiológica. Dentre os 100 isolados obtidos, 64 isolados foram classificados como multidrug-resistant (MDR), apresentando não suscetibilidade principalmente para ampicilina (89%), estreptomicina (75%), cefazolina e cefuroxima (67%), sulfametoxazol + trimetoprima, sulfonamida e trimetoprima (52%). Sete isolados já foram caracterizados quanto ao genes de resistência, tipagem plasmidial e virulência. Os genes de resistência blaCMY, blaOXA-1-like, blaSHV, tetA, tetB foram detectados em todos os isolados, seguido dos genes sul1 (4), sul2 (3), aadA (3), sul2, aac(62)-Ib (2) e floR (1). De acordo com a tipagem plasmidial, IncF, IncY e ColE-like foram detectados em todos os isolados, seguido dos IncFIB (6), IncFIA (1), IncFIC (1), IncHI1 (1) e IncN (1). A pesquisa dos genes de virulência demonstrou que o gene ipaH foi o mais prevalente, sendo detectado em quatro isolados, seguido do gene stx2 (n=1). Assim, esses isolados foram classificados em dois diferentes patotipos, sendo EIEC e STEC, respectivamente. Dois isolados não apresentaram nenhum dos genes de virulência pesquisados. A análise do MLST foi realizada em seis, dos sete isolados previamente caracterizados, sendo detectados seis diferentes STs (ST10/CC10, ST942, ST1684, ST2600, ST6658 e ST8067). Dois isolados provenientes de solo foram caracterizados pelo sequenciamento do genoma completo, as quais apresentaram diversos genes de resistência, virulência e plasmídeos. (AU)

Publicações científicas (7)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RUEDA FURLAN, JOAO PEDRO; RODRIGUES DOS SANTOS, LUCAS DAVID; SILVA MORETTO, JESSICA APARECIDA; RAMOS, MICAELA SANTANA; LAGE GALLO, INARA FERNANDA; DIAS ALVES, GEORGIA DE ASSIS; PAULELLI, ANA CAROLINA; DE SOUZA ROCHA, CECILIA CRISTINA; CESILA, CIBELE APARECIDA; GALLIMBERTI, MATHEUS; DEVOZ, PAULA PICOLI; BARBOSA JUNIOR, FERNANDO; STEHLING, ELIANA GUEDES. Occurrence and abundance of clinically relevant antimicrobial resistance genes in environmental samples after the Brumadinho dam disaster, Brazil. Science of The Total Environment, v. 726, JUL 15 2020. Citações Web of Science: 0.
RUEDA FURLAN, JOAO PEDRO; RODRIGUES DOS SANTOS, LUCAS DAVID. Presence of Colistin Resistancemcr-4Gene and Clinically Relevant Antimicrobial Resistance Genes in Sand Samples from a Public Beach. WATER AIR AND SOIL POLLUTION, v. 231, n. 7 JUN 17 2020. Citações Web of Science: 0.
RUEDA FURLAN, JOAO PEDRO; LOPES, RALF; LIMA GONZALEZ, IRYS HANY; RAMOS, PATRICIA LOCOSQUE; STEHLING, ELIANA GUEDES. Comparative analysis of multidrug resistance plasmids and genetic background of CTX-M-producing Escherichia coli recovered from captive wild animals. Applied Microbiology and Biotechnology, v. 104, n. 15 JUN 2020. Citações Web of Science: 0.
RAMOS, MICAELA SANTANA; RUEDA FURLAN, JOAO PEDRO; LAGE GALLO, INARA FERNANDA; RODRIGUES DOS SANTOS, LUCAS DAVID; DE CAMPOS, TATIANA AMABILE; SAVAZZI, EDUARDO ANGELINO; STEHLING, ELIANA GUEDES. High Level of Resistance to Antimicrobials and Heavy Metals in Multidrug-Resistant Pseudomonas sp. Isolated from Water Sources. Current Microbiology, MAY 2020. Citações Web of Science: 0.
DE MELO, FERNANDA MACIEL; RUEDA FURLAN, JOAO PEDRO; SANCHEZ, DANILO GARCIA; LAGE GALLO, INARA FERNANDA; SAVAZZI, EDUARDO ANGELINO; STEHLING, ELIANA GUEDES. Dispersion of merA and catabolic genes in Brazilian water sources. ECOLOGICAL INDICATORS, v. 108, JAN 2020. Citações Web of Science: 0.
RUEDA FURLAN, JOAO PEDRO; LAGE GALLO, INARA FERNANDA; DE CAMPOS, TATIANA AMABILE; STEHLING, ELIANA GUEDES. Genomic Characterization of a Multidrug-Resistant and Hypermucoviscous/Hypervirulent Klebsiella quasipneumoniae subsp. similipneumoniae ST4417 Isolated from a Sewage Treatment Plant. MICROBIAL DRUG RESISTANCE, JAN 2020. Citações Web of Science: 0.
RUEDA FURLAN, JOAO PEDRO; GONCALVES DE ALMEIDA, OTAVIO GUILHERME; PEREIRA DE MARTINIS, ELAINE CRISTINA; STEHLING, ELIANA GUEDES. Characterization of an Environmental Multidrug-Resistant Acinetobacter seifertii and Comparative Genomic Analysis Reveals Co-occurrence of Antimicrobial Resistance and Metal Tolerance Determinants. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 10, SEP 18 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.