Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito preventivo do farelo de arroz sobre marcadores inflamatórios cerebrais em animais submetidos ao consumo de dieta rica em açúcar e gordura

Processo: 19/04280-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Camila Renata Corrêa
Beneficiário:Juliana Silva Siqueira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição humana   Nutrição animal   Obesidade   Açúcares da dieta   Gorduras na dieta   Doenças neurodegenerativas   Farelos   Modelos animais

Resumo

A obesidade é a quinta maior causa de morte humana no mundo. O grande consumo de alimentos ricos em carboidratos e gorduras decorre em processos inflamatórios que podem afetar o funcionamento de órgãos como o cérebro, decorrendo em doenças neurodegenerativas como Parkinson e Alzheimer. Com a finalidade de prevenir comorbidades associadas à inflamação dos órgãos, a mudança de hábitos, juntamente com a adição de bioativos, como o gama-orizanol que possui propriedades anti-inflamatórias, tem sido alvo de pesquisa. Ratos Wistar (n=40) serão divididos aleatoriamente em quatro grupos com dietas controle (C, n=10 animais), dieta controle + farelo de arroz (C + FA, n=10 animais), dieta rica em açúcar e gordura (HSF, n=10 animais) e dieta rica em açúcar e gordura + farelo de arroz (HSF + FA, n=10 animais) por 20 semanas ad libitum. Os grupos HSF também receberão sacarose com concentração 30% em sua água com modelo dietético pré-estabelecido. Diariamente será feito o controle do consumo da dieta, a fim de avaliar o desenvolvimento do animal de acordo com o produto do consumo e teor energético das dietas. A avaliação dos animais inclui o índice de adiposidade, pressão arterial sistólica, perfis glicêmico e lipídico plasmáticos e marcadores inflamatórios cerebrais.