Busca avançada
Ano de início
Entree

Portal Agência Pública: o jornalismo independente na cobertura da intervenção federal do Rio de Janeiro em 2018

Processo: 19/06638-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Teoria da Comunicação
Pesquisador responsável:Maximiliano Martin Vicente
Beneficiário:Matheus Rodrigo dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Jornalismo alternativo   Documentação jornalística   Análise de conteúdo   Profissionais do jornalismo   Entrevistas (psicologia)

Resumo

A pesquisa proposta tem por objetivo realizar uma análise da cobertura jornalística da mídia independente sobre a intervenção federal do Rio de Janeiro em 2018. Durante o período de atividade do decreto nº 9.288, de fevereiro a dezembro de 2018, a Agência Pública realizou uma série especial denominada Efeito Colateral, publicada de outubro a dezembro do mesmo ano, investigando as repercussões da medida na vida da população carioca. Dessa forma, por meio do estudo do material a respeito do tema e de entrevistas com profissionais do veículo, pretende-se compreender o valor da produção de conteúdo de uma mídia emergente para a divulgação das demandas cívicas. Para isso, serão utilizados os estudos de Nelson Traquina (2005) e Cicilia Peruzzo (2009) na fundamentação teórica das configurações jornalísticas emergentes no espaço público contemporâneo. Como método de análise, será utilizada a Hermenêutica de Profundidade (THOMPSON, 1995) em suas etapas para a compreensão das técnicas de construção de significado. Assim sendo, será buscado fornecer uma concepção sobre a importância do jornalismo independente para retratação da realidade da população minoritária do estado do Rio de Janeiro.