Busca avançada
Ano de início
Entree

Marcadores inflamatórios da saliva e do sulco gengival de dentes que receberão coroa metalocerâmica em diferentes fases dos procedimentos clínicos e a influência do sistema renina-angiotensina no tratamento

Processo: 19/10344-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Carlos Ferreira dos Santos
Beneficiário:Isadora Prado Cano
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Reabilitação bucal

Resumo

O objetivo de qualquer procedimento restaurador é restabelecer/manter a função, a estética, a fonética e a saúde dos tecidos periodontais. Em próteses fixas sobre dentes a cárie ainda é a principal causa de falhas biológicas, correspondendo aproximadamente a 32% dos casos, enquanto que a doença periodontal é responsável por apenas 4% destas falhas, juntamente com as endodônticas. O presente estudo tem como objetivo determinar se o bloqueio do sistema renina-angiotensina por drogas usadas pelos pacientes em reabilitação oral e se materiais utilizados durante o tratamento para a confecção de coroas metalocerâmicas influenciam qualitativa e quantitativamente a presença de citocinas relacionadas à inflamação gengival, metabolismo ósseo no sulco gengival, secreção salivar e marcadores inflamatórios nela presente. A amostra será constituída de 51 pacientes que necessitam restaurar pré-molares, com coroas totais metalocerâmicas. Serão divididos em 3 grupos (n=17), sendo o primeiro grupo de pacientes normotensos e sistemicamente saudáveis (controle) e os dois outros grupos (testes), composto de pacientes hipertensos, sob tratamento com drogas antagonistas de receptores AT1 da Angiotensina II (como losartan e telmisartan) e drogas inibidoras da Enzima Conversora de Angiotensina (como captopril e enalapril). Os parâmetros avaliados serão: presença de citocinas pró e anti-inflamatórias no sulco gengival em diferentes fases dos procedimentos clínicos em: 1) 30 dias após raspagem coronal; 2) 2 dias e; 3) 15 dias após a confecção das coroas provisórias; 4) 2 dias; 5) 15 dias e; 6) 6 meses após a cimentação das coroas metalocerâmicas. Também serão avaliados: profundidade de sondagem, nível de inserção clínica; recessão gengival; índice gengival; índice de placa e quantidade e espessura de mucosa ceratinizada. A salivação será avaliada por mensuração do fluxo salivar no último dia de controle pós-cimentação e a dosagem de proteínas totais da saliva, assim como mensuração de marcadores inflamatórios, será feita 15 dias após as cimentações provisória e definitiva. As dosagens das quantidades dos mediadores (pró-inflamatórios, anti-inflamatórios e mediadores de resposta Th) serão registradas através de médias e desvios padrões e a normalidade dos dados será verificada através do método Kolmogorov-Smirnov. Todas avaliações serão também realizadas nos pré-molares contralaterais que servirão como controle do próprio paciente. Para a comparação entre os tempos, nas variáveis quantitativas será utilizado o teste "T" pareado e nas variáveis medidas em escore será utilizado o teste não paramétrico de Wilcoxon. Em todos os testes estatísticos será adotado nível de significância de 5%. (AU)