Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização molecular da diversidade genotípica, perfil de resistência e potencial patogênico de linhagens de Salmonella infantis isoladas de fontes diversas no Brasil

Processo: 19/06947-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Juliana Pfrimer Falcão
Beneficiário:Felipe Pinheiro Vilela
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Tipagem molecular

Resumo

A salmonelose causada por sorovariedades não-tifóides está entre as infecções bacterianas causadas por alimentos contaminados mais comuns no mundo. Linhagens de Salmonella Infantis (S. Infantis), uma sorovariedade hospedeiro-inespecífica, capaz de infectar diversos reservatórios animais além do ser humano, que vem sendo relatada nos últimos anos entre as sorovariedades mais isoladas e com linhagens apresentando perfis multidroga resistente. Esse projeto tem como objetivos verificar a diversidade genética de linhagens de S. Infantis isoladas de fontes diversas no Brasil, além de verificar o potencial patogênico e os perfis fenotípicos e genotípicos de resistência a antimicrobianos. Para isso, 149 linhagens de S. Infantis isoladas de humanos, animais, alimentos e ambiente no Brasil entre 2013 e 2018 serão tipadas molecularmente por Pulsed-field gel electrophoresis (PFGE) e, baseado no sequenciamento do genoma completo (WGS) destas linhagens, também serão tipadas pelas análises de Single-Nucleotide Polymorphisms (SNPs), Clustered Regularly Interspaced Short Palindromic Repeats (CRISPR) e core genome Multilocus Sequencing Type (cgMLST). A presença de 16 genes de virulência das ilhas de patogenicidade de Salmonella enterica (SPI-1 e SPI-2) também será verificada através dos dados do WGS. Ademais, o perfil de susceptibilidade a antimicrobianos será determinado frente a 18 antibióticos pela técnica de disco difusão, assim como a presença de genes de resistência a antimicrobianos e mutações nos genes da quinolone resistance determining region (QRDRs) também serão verificados para todas as linhagens. Os resultados a serem obtidos deverão contribuir para uma melhor caracterização das linhagens circulantes de S. Infantis no Brasil em anos mais recentes, bem como elucidar algumas possíveis características e/ou perfis genotípicos que colaborem para um melhor entendimento da infecção e doença causadas por essa sorovariedade de grande importância clínica.