Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de caracteres fisiológicos e agronômicos de variedades de soja submetida a diferentes concentrações de ferro sob condições hídricas ideais e de encharcamento do solo

Processo: 18/17380-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Ana Carolina Firmino
Beneficiário:Allan de Marcos Lapaz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia vegetal   Melhoramento genético vegetal   Toxicidade   Glycine max   Soja   Ferro

Resumo

Solos pobres ou ricos em ferro apresentam problemas para o cultivo de culturas. Concentrações elevadas de ferro associada ao encharcamento do solo, tornam esse mineral fitotóxico para a planta. Neste contexto, outro fator prejudicial é o preenchimento dos espaços porosos do solo pela água, restringindo o fornecimento de O2 para a raiz e nódulos. Diante do exposto, este trabalho tem o objetivo de avaliar os caracteres agronômicos e fisiológicos de variedades de soja, com o intuito de investigar o comportamento da cultura quando submetidas a concentrações crescentes de ferro sob condições hídricas ideais e de encharcamento do solo. O experimento será realizado em casa de vegetação, na Área Experimental da Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas da UNESP, Campus de Dracena, SP. Será considerado o delineamento inteiramente casualizado com três repetições. Os tratamentos serão arranjados em esquema fatorial 3x3x6; três (03) níveis de concentração de ferro no solo (0, 50, 500 mg/kg); três (03) níveis de encharcamento do solo (0, 50 e 100%); e seis (06) níveis de variedade (Potência, Agroeste 3730, Agroeste AS 3797, Agroeste AS 38200, Pionner 95R51 e Dow AgroSciences 5G8015IPRO). As avaliações serão realizadas durante os estágios fenológicos V2, R1, R3 e R5, escolhidos por serem os mais sensíveis à condição de encharcamento. As plantas serão submetidas aos níveis encharcamento por um período de 8 dias. Serão avaliados os seguintes parâmetros: estado nutricional; pigmentos fotossintéticos; conteúdo de ureídeos, nitrato e amonia; atividade da enzima glutamina sintetase e alantoinase; concentração de açúcar total, sacarose e amido; conteúdo de peróxido de hidrogênio e MDA. Ainda, serão avaliados os caracteres agronômicos: altura de planta, altura de inserção da primeira vagem, número de vagens por planta, número de grãos por planta, massa de 100 grãos, número de hastes, produtividade de grãos, massa seca da parte aérea e raiz e número de nódulos por planta.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LAPAZ, ALLAN DE MARCOS; DE CAMARGOS, LILIANE SANTOS; PEREIRA YOSHIDA, CAMILA HATSU; FIRMINO, ANA CAROLINA; MONTEIRO DE FIGUEIREDO, PAULO ALEXANDRE; AGUILAR, JAILSON VIEIRA; NICOLAI, ARTUR BERNARDELI; DE PAIVA, WESLLER DA SILVA; CRUZ, VICTOR HUGO; TOMAZ, RAFAEL SIMOES. Response of soybean to soil waterlogging associated with iron excess in the reproductive stage. PHYSIOLOGY AND MOLECULAR BIOLOGY OF PLANTS, v. 26, n. 8 JUL 2020. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LAPAZ, Allan de Marcos. Comportamento fisio-bioquímico da soja em resposta ao encharcamento do solo associado ao excesso de ferro. 2019. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Engenharia (Campus de Ilha Solteira)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.