Busca avançada
Ano de início
Entree

Rastreio de compostos com atividade anticâncer produzidos por bactérias associadas às esponjas marinhas do Litoral de São Paulo

Processo: 19/08876-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Cristiane Cassiolato Pires Hardoim
Beneficiário:Letícia Sanfilippo Rojas
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/17189-7 - Holobioma das esponjas marinhas, efeitos das mudanças climáticas e potenciais biotecnológicos: uma abordagem holística e multidisciplinar, AP.PFPMCG.JP
Assunto(s):Bactérias   Bioprospecção   Antineoplásicos   Produtos naturais   São Paulo

Resumo

As esponjas marinhas destacam-se entre os organismos marinhos por serem o grupo com o maior número de compostos bioativos detectados. Vários destes compostos isolados das esponjas são, na verdade, sintetizados pelas comunidades bacterianas associadas a estes animais. Por exemplo, estudos recentes sugerem que certos compostos bioativos obtidos de esponjas marinhas, como complexos policetídeos (PKS) e peptídeos não-ribossômicos (NRPS), são provavelmente sintetizados por bactérias simbiontes. Esse fato se deve à alta semelhança com metabólitos produzidos por bactérias, ou ao fato dos metabólitos PKS e NRPS pertencerem as classes que são comumente encontradas em bactérias. Por este motivo, estes animais são potenciais fontes de produtos biotecnológicos. Portanto, neste projeto será feito um rastreio dos genes PKS tipos I e II, e NRPS nas bactérias previamente isoladas das espécies Aplysina fulva, A. caissara (endêmica) e A. cauliformis presentes no litoral do estado de São Paulo. As estirpes bacterianas que amplificarem o(s) gene(s) PKS tipos I e/ou II, e/ou NRPS terão o seu genoma sequenciado com o objetivo de identificar a diversidade dos módulos que compõem estes genes. A análise dos genomas bacterianos apresenta um desafio ao projeto. Assim será possível detectar a diversidade estrutural dos genes PKS tipos I e II, e NRPS assim como a presença de outros genes envolvidos na produção de compostos secundários. Os resultados obtidos neste projeto serão inovadores por investigar bactérias cultiváveis isoladas de esponjas da costa de São Paulo, por examinar a presença de genes responsáveis pela produção de compostos com atividade anticâncer e por possibilitar uma melhor compreensão das funções que os micro-organimos simbiontes associados às esponjas desempenham no hospedeiro.