Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de compostos naturais derivados da beterraba em células do câncer do colo do útero HeLa

Processo: 19/13848-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Fernando Moreira Simabuco
Beneficiário:Stefhani Andrioli Romero
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/14818-9 - Estudo de alvos moleculares importantes para o controle do metabolismo em câncer: a via da mTOR/S6K com papel central, AP.JP2
Assunto(s):Biologia molecular   Compostos fenólicos   Transdução de sinais   Antineoplásicos   Neoplasias uterinas   Beterraba   Alimentos funcionais

Resumo

Sabe-se que as folhas e caules da beterraba (Beta vulgaris L.) apresentam maior conteúdo fenólico total do que a raiz. Alguns compostos fenólicos presentes na beterraba, como betaninas, quercetina e miricetina, são agentes potentes que podem reduzir e/ou inibir a oxidação do colesterol LDL, reduzindo as alterações na estrutura endotelial. Além disso, o suco de beterraba é usado como um remédio popular, para o tratamento de doenças hepáticas e renais, bem como para a estimulação dos sistemas imune e hematopoiético. Neste estudo, pretendemos analisar os efeitos anti-câncer de compostos naturais derivados de extratos de raízes e folhas de beterraba, incluindo betanina e apigenina, na linhagem celular derivada do carcinoma humano do útero, HeLa. Após o tratamento das células HeLa, a proliferação, a migração, o ciclo celular, a apoptose e o estado das vias mTOR serão avaliados.