Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização dielétrica de copolinaftalimidas e seus compósitos de grafeno

Processo: 19/11872-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 09 de setembro de 2019
Vigência (Término): 08 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Maria Isabel Felisberti
Beneficiário:Heloisa Moretti Passos
Supervisor no Exterior: Georgios Chr Psarras
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Patras, Grécia  
Vinculado à bolsa:16/22724-9 - Síntese e caracterização de copolímeros de polinaftalimidas e seus nanocompósitos de grafeno, BP.DD
Assunto(s):Polímeros

Resumo

Poliimidas baseadas em dianidridos ftálicos e naftálicos apresentam comportamentos dielétricis distintos. Enquanto poliimidas ftálicas são tipicamente utilizadas como isolantes, espera-se que poliimidas naftálicas sejam aplicáveis como camada ativa em dispositivos optoeletrônicos orgânicos (e.g. diodos emissores de luz, transistores de efeito de campo). Apesar disso, a dificuldade de síntese e moldagem de polinaftalimidas acarreta na falta de estudos relacionando a estrutura e as propriedades dielétricas destas. Na mesma direção, há pouca literatura disponível acerca de compósitos grafeno/polinaftalimidas. Uma vez que grafeno é largamente utilizado como carga em compósitos como estratégia para aumento da condutividade elétrica, o comportamento dielétrico de tais compósitos é de grande relevância. O objetivo deste projeto de estágio de pesquisa é fornecer um melhor entendimento acerca do comportamento dielétrico de copolinaftalimidas de variadas composições e estabelecer relações estrutura-propriedades. O estudo será baseado em espectroscopia dielétrica (BDS, do inglês Breadband dielectric Spectroscopy) de polímeros e compósitos fabricados no Brasil dentro do contexto do projeto de pesquisa inicial, embora outras técnicas também possam ser utilizadas caso necessário. Com BDS, espera-se também obter espectros de relaxação, que podem fornecer informações sobre a temperatura de transição vítrea, temperatura de fusão (se aplicável) e quaisquer processos de relaxação secundários.