Busca avançada
Ano de início
Entree

Encapsulamento de polifenóis obtidos do resíduo de uva pela técnica anti-solvente supercrítico: Caracterização do pó, estabilidade química e estudo de liberação controlada em fluidos gastrintestinais simulados

Processo: 19/12372-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Mário Roberto Maróstica Junior
Beneficiário:Ana Paula da Fonseca Machado
Supervisor no Exterior: Enrique Martinez de La Ossa Fernandez
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Cádiz, Puerto Real (UCA), Espanha  
Vinculado à bolsa:17/23657-6 - Desenvolvimento de micropartículas ricas em extrato da casca de uva através da técnica emergente SAS e avaliação dos seus efeitos antioxidante e anti-inflamatório no tratamento da Colite induzida em ratos, BP.PD
Assunto(s):Micropartículas   Antocianinas

Resumo

O resíduo vegetal gerado pela indústria vinícola tem sido reconhecido como uma excelente fonte de compostos bioativos devido sua expressiva quantidade de polifenóis (em destaque as antocianinas), que têm demonstrado possuir diversas atividades biológicas, como anti-inflamatório, antioxidante, anticancerígena e antimicrobiano. No entanto, muitas das fezes a eficiência dos polifenóis é limitada devida sua baixa estabilidade as condições ambientais durante o processamento, armazenamento e frente condições severas de acidez e alcalinidade. Além disso, muitos deles possuem fraca solubilidade em meio aquoso e baixa bioacessibilidade em determinadas regiões alvos após administração oral. Visando superar estes problemas, o desenvolvimento de sistemas de encapsulação através de técnicas emergentes não-térmicas, ambientalmente e humanamente seguras passa a ser uma alternativa interessante. Neste contexto, o presente projeto tem como objetivo principal a encapsulação de compostos fenólicos provenientes do resíduo de uva gerado do processo de vinificação através da técnica emergente antissolvente supercrítico (SAS). Para se atingir este objetivo, o projeto foi estrategicamente estruturado em cinco etapas: i) extração e caracterização do extrato rico em compostos fenólicos; ii) encapsulação dos polifenóis pela técnica SAS e caracterização das micropartículas; iii) encapsulação empregando diferentes materiais encapsulantes; iv) estudo de estabilidade química das micropartículas; e v) estudo de liberação controlada em simulados fluidos gastrointestinais. Com a execução dessas etapas, espera-se que as micropartículas produzidas pela técnica SAS possuam características diferenciadas e com grande potencial para serem aplicadas na indústria alimentícia e farmacêutica.