Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos neurodegenerativos de zebrafish e criação de novos ensaios de eficácia

Processo: 19/10356-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Pesquisador responsável:Danielle Palma de Oliveira
Beneficiário:Flavia Renata Abe
Supervisor no Exterior: Celia Quevedo Soubriet
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Biobide BBD, Espanha  
Vinculado à bolsa:18/06945-0 - Zebrafish como modelo para estimar os efeitos de múltiplos estressores ambientais: uso de técnicas multi-biomarcadores, BP.PD
Assunto(s):Toxicologia ambiental

Resumo

Apesar dos avanços em pesquisas voltadas à toxicidade de compostos químicos, há uma escassez de abordagens mais eficientes e informativas para avaliar o grande número de compostos químicos existentes. Um grande desafio é a caracterização do potencial neurotóxico de compostos químicos, que possuem dados de risco disponíveis escassos. Assim, esforços para avaliar o potencial neurotóxico de compostos químicos são necessários. Nosso principal objetivo é superar esse gap e estudar abordagens eficientes para avaliar um amplo espectro de compostos químicos. Para tanto, nós propomos estudar vários biomarcadores de neurodesenvolvimento no modelo zebrafish, combinando ensaios de screening de alto rendimento utilizando diferentes biomarcadores, como neurotransmissores e fenotipagem comportamental, para acelerar a busca por compostos químicos prejudiciais/benéficos e fornecer ferramentas para a compreensão dos mecanismos de comportamento dos vertebrados que sustentam a neuroatividade. Portanto, desenvolveremos uma abordagem multidisciplinar, utilizando ferramentas comportamentais e bioquímicas, permitindo o estudo de fingerprints específicos e o estabelecimento de um link entre alterações bioquímicas e comportamentais. Os resultados permitirão caracterizar parâmetros que são sempre afetados por qualquer composto químico testado ou somente para uma classe química específica. A eficácia dos biomarcadores selecionados será avaliada com diferentes compostos químicos tóxicos/benéficos para a saúde humana e ambiental, usando uma linhagem wild-type (WT) e uma linhagem mutante knockout (KO) de zebrafish gerada para doenças neurodegenerativas. Juntos, esses biomarcadores serão usados como uma ferramenta para indicar o status de saúde dos organismos sob exposição química, buscando ferramentas relevantes para a saúde humana e ambiental.