Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da carne de peito de frangos de corte acometida por miopatias - "carne espaguete"

Processo: 19/11621-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 20 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 12 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Hirasilva Borba
Beneficiário:Juliana Lolli Malagoli de Mello
Supervisor no Exterior: Massimiliano Petracci
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università di Bologna, Cesena, Itália  
Vinculado à bolsa:15/14584-0 - Caracterização física, química, sensorial e histológica da carne de peito de frangos de corte e de perus, de diferentes linhagens e sexos, acometidos pela miopatia "white striping", BP.PD
Assunto(s):Qualidade da carne

Resumo

O objetivo deste estudo será caracterizar o peito de frango afetado pela miopatia "carne espaguete", bem como avaliar a influência dessa miopatia na qualidade da carne. Esta pesquisa será desenvolvida no Laboratório de Produção Animal do Departamento de Ciências Agrárias e dos Alimentos da Universidade de Bolonha, Cesena, Itália, entre fevereiro de 2020 e fevereiro de 2021, de acordo com o cronograma anexo. Serão analisadas amostras de carne de peito de fêmeas da linhagem Ross 308 (criadas sob condições comerciais) e abatidas aos 48 dias de idade. Um total de 48 amostras de peito inteiros e sem pele será coletado, 3 horas após o abate, ainda na área de desossa. As amostras serão classificadas por aparência visual e palpação manual de acordo com a presença de anormalidades musculares em quatro grupos experimentais: normal (ausência de miopatia) e carne de espaguete. Apenas casos graves serão selecionados. Serão analisados: cor, pH, capacidade de retenção de água, perdas por cozimento, perfil de textura (compressão, dureza, elasticidade e coesividade), força de cisalhamento, composição química, colágeno, índice de fragmentação miofibrilar, SDS-PAGE eletroforese (proteínas sarcoplasmáticas e miofibrilares), solubilidade proteica, oxidação proteica, ressonância magnética nuclear (estado, mobilidade e distribuição da água), perfil de ácidos graxos e propriedades térmicas. Será desenvolvido um método utilizando HPLC para quantificar dois produtos específicos (AAS e GGS) da oxidação proteica utilizando amostras acometidas pela miopatia em estudo. Os resultados serão analisados em delineamento inteiramente casualizado (DIC), com dois tratamentos, em 24 repetições, utilizando o procedimento ANOVA One-Way do SAS (Statistical Analysis System). Os resultados serão submetidos à análise de variância e comparados pelo teste de Tukey, com significância definida em P <0,05.